Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Estude história com cinco quadrinhos que passeiam pelos séculos

Cinco livros de história e um de literatura deixam qualquer assunto mais agradável

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h39 - Publicado em 27 jul 2010, 16h44

da redação

 

Valendo-se de recursos descritivos e narrativos, com a vantagem de poder aliar palavra e imagem para transmitir uma mensagem, é cada vez mais comum no mercado editorial quadrinhos com títulos que narram fatos verídicos e possuem caráter documental e jornalístico, contextualizando fatos históricos e questões contemporâneas.

 

Obras literárias adaptadas para quadrinhos também está em alta, explorando novas formas de contar a história já consagrada nos livros. Confira cinco dicas do GUIA DO ESTUDANTE para você acertar nas compras:

 

HISTÓRIA DO SÉCULO 19

D. João Carioca, de Lilia Moritz Schwartz e Spacca

O livro narra a vinda de d. João e da família real portuguesa para o Brasil, em 1808, e o período em que esteve no Rio de Janeiro, onde fundou escolas, o Banco do Brasil, o Jardim Botânico, além de abrir os portos e permitir a criação de negócios locais.

O ilustrador Spacca contou com a intensa pesquisa da historiadora Lilia Schwartz sobre o período colonial brasileiro, o que contribuiu para a fidelidade dos desenhos quanto a roupas e cenários da época.

D. João Carioca, Companhia das Letras, 96 páginas, R$35

 

 

HISTÓRIA DO SÉCULO 20

Persépolis e Bordados, de

Marjane Satrapi

Em Persépolis, história autobiográfica, Marjane conta como foi presenciar, ainda menina, dentro de uma família moderna e politizada, a Revolução Islâmica de 1979, que mergulhou o país num regime autoritário e repressivo. Na adolescência, além de perder amigos e parentes, ela se vê questionando o regime e seu moralismo, que proíbe músicas estrangeiras, festas e bebidas. A história em quadrinhos virou longa-metragem de animação, em 2007.

 

Já em Bordados, a autora relembra um encontro entre ela, a irmã, a mãe, a avó, uma tia e outras mulheres. Na reunião, as mulheres discutem relacionamento e sexo, contando histórias que vão da liberação sexual à submissão. Toda a conversa acaba por traçar um quadro da situação da mulher no país islâmico, discutindo feminismo, repressão e liberdades individuais.

Persepólis, Companhia das Letras, 352 páginas, R$43.50
Bordados, Companhia das Letras, 136 páginas, R$35

Continua após a publicidade

 

 

HISTÓRIA DO SÉCULO 21

À Sombra das Torres Ausentes, de Art Spiegelman

Art Spiegelman, único autor de quadrinhos a ganhar o prêmio Pulitzer de literatura por Maus, conta em À Sombra das Torres Ausentes a história dos atentados terroristas de 11 de setembro, fazendo uma análise crítica e inconformada do governo de George W. Bush e refletindo sobre razões e consequências do episódio. A ilustração da capa também foi capa da revista The New Yorker logo depois dos atentados.

À Sombra das Torres Ausentes, Companhia das Letras, 44 páginas, R$98.

 

 

Pyongyang: Uma Viagem à Coreia do Norte, de Guy Delisle

A HQ narra a viagem que Delisle fez à Coreia do Norte, onde conheceu o regime do ditador Kim Jong-Il. Durante a viagem, teve a companhia obrigatória de um guia e tradutor e só conseguiu autorização para a viagem depois de assinar um termo de confidencialidade.

Mesmo assim, decidiu narrar suas experiências nestes quadrinhos, que traçam um retrato irônico e crítico da Coreia do Norte atual, falando de seus habitantes, costumes e realidade política.

Pyongyang, Zarabatana Books, 192 páginas, R$39

 

 

 

LITERATURA BRASILEIRA

Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Edgar Vasques e Flávio Braga

A HQ adapta a obra pré-modernista do escritor Lima Barreto. Trata-se da a história do militar que é tido como louco pelas ideias nacionalistas e ufanistas, buscando soluções para os problemas econômicos, culturais e sociais do país.

O quadrinho não substitui a leitura do romance, mas vale a leitura para conhecer uma obra tão marcante da literatura brasileira na linguagem dos quadrinhos e com o ótimo traço de Edgar Vasquez.

Triste Fim de Policarpo Quaresma, Editora Desiderata, 72 páginas, R$ 44.90

Continua após a publicidade
Publicidade