logo-ge

Olimpíadas testam estudantes em quatro disciplinas este ano

Alunos brasileiros terão desafios de Português, Matemática, Física e Biologia; especialista pede cuidado com excesso de competitividade

da redação,
com informações da Agência Brasil

– Simuladão Enem do GUIA dá um carro

OLIMPÍADAS QUE ROLAM ESTE ANO
Português (redação)

Inscrições: até 14 de maio; quem se inscreve são as secretarias de educação municipal e estadual
Para quem: alunos do 4º do ensino fundamental em diante
Prêmio: PCs e impressoras às 20 melhores redações do Brasil
Informações

Física
Inscrições: até 6 de agosto. Se a escola não estiver cadastrada, aluno pode se inscrever individualmente
Para quem: alunos do 8ª série do ensino fundamental em diante
Prêmio: primeiros colocados ganham curso preparatório para a Olimpíada Internacional de Física
Informações
Biologia
Inscrições: até 27 de abril; o professor inscreve alunos
Para quem: estudantes do ensino médio
Prêmio: primeiros colocados do país viajam à Coreia (1º a 4º lugar) e ao Peru (5º a 8º lugar) para competir com estudantes estrangeiros
Informações

Até o fim deste ano, os estudantes brasileiros competirão entre si em pelo menos quatro disciplinas: Matemática, Português, Física e Biologia. Os conteúdos serão cobrados em Olimpíadas que dão prêmios como computadores e viagens internacionais.

A organização e o financiamento desses eventos fica a cargo de entidades de promoção ao ensino das disciplinas, bancos e Ministério da Educação (MEC). A mais popular delas, a Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), recebeu 19 milhões de inscrições para a edição deste ano. Outras três ainda têm inscrições abertas.

Para os educadores, as olimpíadas são positivas para o aprendizado, mas é preciso ter cuidado com o excesso de competitividade. “A competição estimula o aluno a superar seus limites e, quando não há motivação, há diminuição do esforço. Mas é preciso ficar atento ao excesso de cobrança, que pode causar angústia e prejudicar”, diz a presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia, Quézia Bombonato.

– Facamp faz Olimpíadas de Atualidades

A profissional alerta também para a necessidade de respeitar aptidões pessoais. “Os alunos vão se dando conta de suas competências se isso for bem trabalhado. Mas não dá para esperar que todos mundo seja bom em Matemática, por exemplo. As diferenças individuais precisam ser respeitadas”, diz.

O professor de matemática Márcio Lopes, do Colégio Polivalente, de Brasília, participa da Obmep desde as sua primeira edição, em 2005. Ele vê com bons olhos esse tipo de competição. “Muitos alunos ficaram empolgados com o estilo da prova e passaram a se interessar mais pela Matemática. A competição muda a rotina da sala de aula e faz despertar esse interesse”, diz Lopes.

SAIBA MAIS

– Notícias de Vestibular
– Notícias de Enem