Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Quase metade dos universitários brasileiros já experimentou drogas, diz pesquisa

Levantamento foi feito com 18 mil jovens matriculados em universidades públicas e privadas das capitais brasileiras

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h46 - Publicado em 23 jun 2010, 12h36

da redação

Quase a metade dos universitários brasileiros (49%) já experimentou drogas ilícitas, diz o primeiro levantamento nacional com estudantes de ensino superior sobre Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas. Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira (23) pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

+ pesquisas
Aumenta número de estudantes que colam na Inglaterra
Falta biblioteca em 70% das escolas brasileiras
Gays estudam mais que héteros
Estagiários ganham 683 reais em média

O levantamento ouviu cerca de 18 mil jovens matriculados em universidades e faculdades públicas e privadas das 27 capitais brasileiras. Entre os entrevistados, 40% usaram duas ou mais drogas nos últimos 12 meses e 43% disseram “já ter feito uso múltiplo e simultâneo” dessas substâncias.

O grupo que mais usa substâncias ilícitas, segundo o estudo, são os universitários do Sul e Sudeste, de mais de 35 anos, que estudam em instituições privadas e fazem cursos da área de humanas no período noturno. As taxas são as mesmas entre homens e mulheres.

O estudo diz que o uso de álcool, tabaco e drogas entre os universitários brasileiros é semelhante ao dos jovens nos Estados Unidos. Mas há algumas peculiaridades: os estudantes norte-americanos consomem mais maconha que os brasileiros, que por sua vez abusam mais de inalantes.

DEPENDÊNCIA
O levantamento identificou que 22% corriam risco de desenvolver alcoolismo. Também foi verificado que 8% dos estudantes estavam em situação de se tornar dependentes de maconha.

O fumo é um hábito de 22% dos jovens dos universitários. Em relação à bebida alcoólica, 86% dos universitários disseram já ter consumido álcool. O índice é de 80% entre os menores de 18 anos. O estudo aponta ainda que 18% dos jovens já dirigiram sob o efeito de bebida e 27% pegaram carona com um motorista embriagado.

LEIA MAIS
– Notícias de vestibular

 

Continua após a publicidade
Publicidade