Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Revise para a segunda fase sem perder a contagem regressiva para 2010

Coordenador de cursinho dá dicas de revisão para segunda fase da Fuvest e Unicamp ?sem exagero nem folga?

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h44 - Publicado em 22 dez 2009, 15h12

por Morena Madureira

O tão aguardado período das festas está aí. Mas sua chegada significa que outro importante acontecimento está por vir: a segunda fase do vestibular. A Fuvest realiza a segunda etapa de seu processo seletivo nos dias 3, 4 e 5 de janeiro. Já a Unicamp, um pouquinho mais pra frente, de 10 a 13 do mesmo mês. E a pergunta que muitos candidatos se fazem nesse momento é: qual o jeito mais eficaz de revisar os conteúdos das disciplinas sem perder as comemorações do meio do caminho?

“O aluno precisa manter o ritmo, sem exagero nem folga”, recomenda Alberto Francisco do Nascimento, coordenador de vestibular do Anglo. Segundo ele, uma boa dica de estudo a esta altura do campeonato é resolver questões de vestibulares passados e identificar as matérias e tópicos que se tenha mais dificuldade, para depois estudá-los com mais afinco.

Para ajudar na busca pelas provas de anos anteriores mais apropriadas para revisão, Nascimento explica: “A segunda etapa da Fuvest mudou, mas o primeiro dia continua o mesmo, com 10 questões disursivas de português e redação, então deve-se procurar provas de segunda fase da USP mesmo. Já a do segundo dia, que tem 20 questões de história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês, deve ser mais simples, tipo a de primeira fase da Unicamp. O terceiro dia deve ser mais puxado, de acordo com a carreira escolhida, e uma boa referência também são as provas anteriores de segunda fase da Fuvest”. Para a Unicamp, que esse ano ainda manterá o processo seletivo nos mesmos moldes dos do ano passado, a dica é rever provas anteriores desta etapa do vestibular.

– Unicamp muda o processo seletivo a partir de 2011

O coordenador ainda orienta como deve exatamente ser o ritmo de estudo. “É importante distribuir o tempo igualmente entre as matérias, estudando um pouco mais as que se tem mais dificuldade. Mas nada de virar noites estudando, isso estraga o organismo do candidato. O ideal é estudar 50 minutos uma matéria, fazer uma pausa, mais 50 minutos outra, mais uma pausa, e assim sucessivamente”, aconselha.

E quanto ao Ano Novo? “É bom que se estude até o dia 31 ao meio do dia e depois parar para descansar e se preparar para a virada. Não tem problema em ficar acordado até de madrugada e no dia primeiro dormir até mais tarde para depois voltar a estudar”. E o champanhe, é permitido? “Os candidatos também são filhos de Deus”, brinca o coordenador.

Toda a comemoração, é bom ressaltar, deve ser feita com moderação. Afinal, quando chegar o dia 4 de fevereiro (quando as duas universidades divulgam suas listas de aprovados), haverá muito mais o que celebrar do que a entrada de mais um ano.

– Leia mais notícias de vestibular

Continua após a publicidade

Publicidade