Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Soluções – Química

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h51 - Publicado em 18 fev 2012, 13h18

Na natureza dificilmente as substâncias se apresentam na sua forma pura. Quase sempre elas se apresentam na forma de misturas.

Misturas homogêneas são aquelas em que é impossível distinguir individualmente cada um de seus componentes. Sua aparência é portanto uniforme e homogênea.
Às misturas homogêneas dá-se o nome de soluções.

As soluções podem ser:

– Gasosas, como por exemplo, o ar, que é uma mistura de gases. 

– Líquidas, como a água do mar, que apresenta uma série de materiais sólidos (sais como cloreto de sódio, sulfato de magnésio, etc.). 

– Sólidas, como as ligas metálicas (latão, que é uma liga de cobre e zinco).

Existem também soluções de gases em líquidos; um exemplo comum é o gás carbônico dissolvido no refrigerante.

1. Quantificação das soluções

Os componentes de uma solução são o solvente e o soluto. Normalmente dissolve-se o soluto no solvente. A quantidade de soluto a ser dissolvido depende da temperatura em que ocorre a solução, da natureza do soluto e do solvente, e da concentração, que é a grandeza que relaciona a massa de soluto com o volume total da solução. 

 

Obs.: Os índices aqui usados serão 1 para o soluto, 2 para o solvente e ausência de índice para a solução como um todo.

 

Densidade de uma solução é a relação entre a massa e o volume da solução: 

 

 

Título em massa de uma solução é relação entre as massas de soluto e da solução:

 

 

Título em porcentagem de uma solução é relação entre as massas de soluto e da solução dada em porcentagem:

 

Título em volume de uma solução é relação entre o volume de soluto e da solução, pode ser dada em porcentagem:

 


Molaridade,
ou concentração em mol por volume, ou concentração molar de uma solução é relação entre o número de mols de soluto e o volume da solução:

 

Molalidade, ou concentração em molal de uma solução é relação entre o número de mols de soluto e a massa solvente:

 

Relações entre a concentração, o título, a densidade e a molaridade:

Fração molar é a relação entre o número de mols do soluto (ou do solvente) pelo número de mols da solução: 

Continua após a publicidade

Relações entre a concentração, o título, a densidade e a molaridade:

 

 

2. Diluição de soluções (mesmo soluto)
Ao se adicionar mais solvente a uma solução há uma diluição da solução inicial, com: 

 

 

3. Mistura de soluções (mesmo soluto e mesmo solvente)
Ao se misturar soluções de mesmo soluto e mesmo solvente: 

Obs.: para a mistura de soluções de mesmo solvente e solutos diferentes é uma diluição dos solutos em um volume maior de solvente proveniente da soma das duas soluções.

 

 

 

 

Exercícios:

1.
 

a. 60 g e 940 g.
b. 90 g e 910 g.
c. 50 g e 950 g.
d. 108 g e 892 g.
e. 70 g e 930 g.

 

2.
 

a. R$ 0,71.
b. R$ 0.355.
c. R$ 1,42.
d. R$ 2,84.
e. R$ 1,00.

 

3. (Unicamp-SP) Um dos grandes problemas das navegações do século XVI referia-se à limi¬tação de água potável que era possível trans¬portar numa embarcação. Imagine uma situa¬ção de emergência em que restaram apenas 300 litros (L) de água potável (considere-a completamente isenta de eletrólitos). A água do mar não é apropriada para o consumo devi¬do à grande concentração de NaCl (25 g/L), porém o soro fisiológico (10 g NaCl/L) é. Se os navegantes tivessem conhecimento da composição do soro fisiológico, poderiam usar a água potável para diluir água do mar de modo a obter soro e assim teriam um volume maior de líquido para beber.

a. Que volume total de soro seria obtido com a diluição se todos os 300 litros de água potável fossem usados para este fim?
b. Considerando-se a presença de 50 pes¬soas na embarcação e admitindo-se uma distribuição equitativa do soro, quantos gramas de NaCl teriam sido ingeridos por cada pessoa?
c. Uma maneira que os navegadores usavam para obter água potável adicional era reco¬lher água de chuva. Considerando-se que a água da chuva é originária, em grande parte, da água do mar, como se explica que ela possa ser usada como água potável?

 

4. (Fuvest-SP) Se adicionarmos 80 mL de água a 20 mL de uma solução 0,1 molar de hidró¬xido de potássio, obteremos uma solução de concentração molar igual a:

a. 0,010.
b. 0,020.
c. 0,025.
d. 0,040.
e. 0,050.

 

 

 

 

Respostas:

1. c.
2. a.
3.
a. 500L
b. 100g/pessoa
c. os sais contidos na água do mar não evaporam junto com ela, ao contrário se for desprezados as partículas (poluentes) presentes no ar da atmosfera a água da chuva é considerada destilada (pura).
4. b.

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade