logo-ge

Universidade federal bilíngue começa aulas em agosto

Seleção será feita com Sisu, que usa notas do Enem 2009. Haverá 300 vagas e seis cursos

da redação

Começam em agosto deste ano as primeiras turmas da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), que terá aulas em português e espanhol. Haverá 300 vagas já para o segundo semestre de 2010 – metade para brasileiros e metade para argentinos, uruguaios e paraguaios.

A sede da instituição será em Foz do Iguaçu (PR), e a UFPR (Universidade Federal do Paraná) está à frente da implantação dos cursos. O início das atividades será com 6 turmas (cada um com 50 alunos) de graduação, todos com foco na integração regional:

Ciências Biológicas, Ecologia e biodiversidade – matutino
Relações Internacionais e Integração – tarde
Economia, Integração e Desenvolvimento – noite
– Sociedade, Estado e Política na América Latina – tarde
Engenharia Ambiental e Energias Renováveis – manhã
Engenharia Civil de Infraestrutura – manhã

Para os brasileiros, a seleção será feita através do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) de meio de ano. Ou seja, não haverá vestibular, e só poderá se candidatar quem fez o Enem 2009, no fim do ano passado.

– Sisu de meio de ano: será entre 10 e 14 de junho

INTEGRAÇÃO
A Unila é a primeira universidade federal com turmas internacionais do Brasil. Outras duas estão em fase de implantação.

No Ceará, vai funcionar a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), com vagas para estudantes africanos de língua portuguesa. Chapecó, em Santa Catarina, abrigará a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

A seleção de estudantes estrangeiros ficará a cargo do ministério da educação de cada país conveniado.

LEIA MAIS
– Notícias de vestibular
– Notícias de Enem

 

 

 

Leia mais:
Argentina: espanhol mais barato
Escolas lutam contra ‘portunhol’
Onde estudar: encontre sua faculdade