Assine com até 65% de desconto

Fies: prazo de aditamento é prorrogado para 30 de junho

Medida vale para financiamentos concedidos até dezembro de 2017; os de 2018 em diante têm cronogramas definidos pela Caixa Econômica Federal

Por Juliana Morales Atualizado em 15 abr 2020, 16h38 - Publicado em 14 abr 2020, 18h16

Como publicado nesta terça-feira (14) no Diário Oficial, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação, prorrogou para 30 de junho o prazo para aditamento dos contratos do Fies, por conta da pandemia de coronavírus.

Saiba mais sobre o que é e como funciona o Fies

A medida vale para os financiamentos concedidos até dezembro de 2017 pelo Sistema Informatizado do Fies (SisFies). Já os financiamentos do Novo Fies, firmados a partir de 2018, têm prazos definidos pela Caixa Econômica Federal.

  • O dia 30 de junho também é a data limite para a realização de transferência integral de curso ou de instituição de ensino e de solicitação de aumento do prazo de utilização do financiamento, referente ao primeiro semestre deste ano.

    Como funciona o aditamento do Fies

    Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito, inicialmente, pelas instituições de ensino e em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no sistema SisFies. São dois tipos de aditamento: o simplificado e o não simplificado.

  • Nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema, direto na internet. No caso do não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o aluno precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro (Banco do Brasil ou Caixa) para finalizar a renovação.

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade