Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Fies: Termina nesta quinta-feira (30) prazo para novos contratos

Estudantes que pretendem fazer a renovação dos contratos têm até 29 de maio

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h54 - Publicado em 29 abr 2015, 14h20

Termina nesta quinta-feira (30) o prazo de inscrições para novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para quem já tem o contrato e precisa renovar, o Ministério da Educação (MEC) estendeu, na última semana, o prazo de inscrição para o dia 29 de maio.

>> Inscreva-se

O prazo estendido busca atender as muitas dificuldades relatadas por estudantes que não conseguiram renovar o contrato. “Esse problema às vezes é físico, é do sistema, tem muita demanda. Pedimos que [o aluno] não fique tentando insistentemente o tempo todo, que dê uma pausa entre uma tentativa e outra porque, se sobrecarrega [o sistema], pode haver problemas. Não tem que se preocupar”, informou o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro.

No caso de universidades que reajustaram as mensalidades acima do índice (6,41%) autorizado pelo governo, o ministro destacou que os alunos não serão prejudicados e que todos os contratos serão renovados. “No caso de haver discrepâncias quanto ao valor que a instituição quer cobrar, se quiser cobrar acima de 6,41%, o MEC vai discutir com a instituição, mas ele vai renovar a parte do aluno. O aluno pode ficar tranquilo porque todas as renovações serão asseguradas.”

Continua após a publicidade

Mudanças no Fies

Este ano, o Fies passou a ter novas regras e limitações. Antes, a adesão podia ser feita durante todo o ano e não havia limite de nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Agora, o estudante que obtiver média inferior a 450 pontos no Enem não poderá se inscrever no Fies. O candidato também não pode tirar nota 0 na redação. Estão isentos dessa regra os professores da rede pública matriculados em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia.

Em relação aos cursos, estão sendo priorizados para os novos contratos os que obtiveram nota 5 – pontuação máxima dada pelo MEC. Todos serão atendidos. Para os financiamentos de graduações com nota 3 e 4, serão considerados alguns aspectos regionais, priorizando localidades e cursos que historicamente foram menos atendidos.

*Com informações da Agência Brasil

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

Publicidade