logo-ge

MEC estende prazo para fechamento de contratos do Fies

Devido a “falhas técnicas”, o período foi prolongado até sexta (5/4). Com dificuldades para finalizar o processo, estudantes estão há semanas perdendo aulas

Há quase um mês, estudantes pré-selecionados no Fies têm encontrado problemas para finalizar o contrato e começar a frequentar as aulas. As falhas relatadas são duas: alguns estudantes afirmam que seus nomes sequer chegaram à faculdade e, por isso, não conseguem emitir o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), exigido pela Caixa Econômica Federal para fechar o contrato. Outros conseguiram a emissão do DRI na faculdade mas, quando procuram a Caixa, seus dados não constam lá.

Até ontem, o MEC não havia se pronunciado e os estudantes não sabiam como proceder. Agora, o Ministério afirmou em nota que o prazo para finalização dos contratos foi estendido até sexta (5).

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) afirmou ontem também que, caso o problema não seja solucionado esta semana, o prazo pode ser estendido até o final de junho (de acordo com o edital do Fies) e que os alunos não sairão prejudicados no sentido de perder o financiamento.

Muitos deles, no entanto, já terão prejuízos acadêmicos por conta das faltas e de todo o conteúdo perdido, caso consigam se matricular ainda esse semestre. Se entrarem no próximo, terão suas formações atrasadas em um semestre.

A Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) orientou as faculdades a receberem os estudantes pré-selecionados nas aulas, ainda que sem matrícula, para amenizar os prejuízos.