logo-ge

Senado aprova projeto de lei que oferece bolsas do Prouni a alunos de cooperativas educacionais

Mensalidades ou anuidades escolares nessas cooperativas muitas vezes são pagas por meio da prestação direta de serviços pelos pais

O Senado aprovou nesta terça-feira (3) um projeto de lei que inclui alunos provenientes de cooperativas educacionais sem fins lucrativos entre os que podem ser beneficiados pelo Programa Universidade para Todos (Prouni).

– ProUni do segundo semestre registra mais de 450 mil inscritos

Com isso, o benefício passa a ser oferecido a estudantes que tenham cursado o ensino médio completo nas seguintes instituições educacionais: escola da rede pública, escola conveniada com o Poder Público; escola privada, na condição de bolsista integral; escola filantrópica; ou cooperativa educacional sem fins lucrativos.

O projeto de lei será analisado pela Câmara dos Deputados e passará a valer depois da sanção presidencial e publicação no Diário Oficial da União.

Para o relator da matéria, o senador Pedro Simon, as mensalidades ou anuidades escolares cobradas pelas cooperativas educacionais muitas vezes são pagas por meio da prestação direta de serviços pelos pais dos alunos, o que justifica o ingresso desses estudantes no Prouni.

LEIA MAIS:

– Notícias de vestibular e Enem