Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Vacina será obrigatória para o retorno às aulas na USP, Unesp e Unicamp

Portaria obtida pelo Estadão informa que as três universidades paulistas devem retornar as aulas presenciais em 04 de outubro. Veja o que dizem os reitores

Por Wender Starlles Atualizado em 13 ago 2021, 14h51 - Publicado em 12 ago 2021, 20h09

Apenas professores, alunos e funcionários imunizados contra a covid-19 com as duas doses poderão retornar às atividades presenciais na USP, Unicamp e Unesp neste segundo semestre.

Uma portaria que será publicada na sexta-feira, obtida pelo Estadão, informa que as aulas presenciais na Universidade de São Paulo (USP) estão previstas para começar em 4 de outubro.

O documento prevê que a volta será possível depois de 14 dias da aplicação da segunda dose – ou com a vacina Janssen, que é dose única. Em declaração ao jornal, o reitor da universidade Vahan Agopyan reitera que só voltará quem estiver imunizado com as duas doses. Ele comenta estar otimista e acredita que o campus poderá funcionar próximo da normalidade em novembro.

O reitor da Universidade de Campinas (Unicamp), Antônio José de Almeida Meirelles, comentou que a decisão ainda precisa ser detalhada na instituição. O retorno de funcionários e professores está marcado para 13 de setembro e, depois, a volta às aulas presenciais acontecerá de maneira gradual.

Ao Estadão, o reitor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Pasqual Barretti, que também é médico, declarou que há um consenso entre as três universidade sobre a exigência da vacinação para a volta às aulas. As atividades presenciais na instituição estão previstas para ocorrer em outubro.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade