Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Danilo Dupas deixa presidência do Inep a menos de quatro meses do Enem

Anúncio foi feito nesta quarta (27) pelo ministro da Educação. Quem assume o cargo é Carlos Moreno, servidor da autarquia

Por Taís Ilhéu Atualizado em 27 jul 2022, 12h41 - Publicado em 27 jul 2022, 12h28

O ministro da Educação, Victor Godoy, anunciou nesta quarta-feira (27) a saída de Danilo Dupas da presidência do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pela elaboração do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Quem assumirá o cargo a partir de 1º de agosto é Carlos Moreno, servidor de carreira do Inep há 37 anos e mestre em Estatística pela UnB (Universidade de Brasília). A troca no cargo mais importante da autarquia acontece há menos de quatro meses da aplicação do Enem, marcada para 13 e 20 de novembro.

O anúncio foi feito por Godoy por meio de sua conta no Twitter. O ministro enfatizou que a saída de Dupas ocorreu por motivos pessoais e a pedido do próprio. Também destacou a trajetória e experiência de Carlos Moreno. “Já ocupou diversas funções no INEP e conhece profundamente os processos, avaliações e exames da Autarquia”, escreveu na postagem.

A passagem de Danilo Dupas pelo Inep foi marcada por polêmicas e por pedidos de demissões em massa de servidores. Em novembro de 2021, às vésperas do Enem, 37 funcionários da autarquia pediram para deixar seus cargos, colocando em dúvida a aplicação do exame. À época, eles alegavam que os procedimentos para a realização segura do Enem não estavam sendo seguidos.

Em entrevista ao G1, um servidor que preferiu não se identificar chegou a afirmar que o presidente do Inep, Danilo Dupas, estava “desmontando essa estrutura e é essa a gravidade que tem feito com que vários servidores fiquem apavorados”. Os funcionários também relataram episódios de assédio moral.

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país. 

Continua após a publicidade

Publicidade