logo-ge

Amo matemática e procuro uma profissão em que ela esteja muito presente. Que curso fazer?

Orientador profissional esclarece

Estou cursando o 2º ano do ensino médio e estou com muitas dúvidas sobre meu futuro profissional. Eu amo matemática e não me vejo em uma profissão que não envolva matemática. A questão é: qual carreira devo seguir? Eu me interesso por Economia, Engenharia Ambiental, Administração… qual escolher?
Enviado por Paula Romera

O interesse pelas disciplinas durante os estudos fundamental e médio representa apenas um dos indicadores nas quais se apoia a escolha de uma profissão. Como você demonstra saber, há diversas profissões que se utilizam de certos conhecimentos próprios à educação básica. Por outro lado, o desdobramento destes conhecimentos ocorre de forma diferenciada em função da carreira escolhida, bem como carreiras que aparentemente não se ocupam deles podem oferecer possibilidades de desdobramento.

Por exemplo, em qualquer setor de pesquisa científica (em carreiras de humanas e biológicas) é muito provável que o domínio de conhecimentos matemáticos e estatísticos se faça necessário. Saiba que os cursos de ciências biológicas e ciências sociais, por exemplo, têm em sua grade disciplinas ligadas ao cálculo matemático.

Dessa forma, amplie o espectro de sua pesquisa. Comece avaliando que objetivos e interesses você traz consigo: meio ambiente, cuidado de outros seres humanos ou animais, desenvolvimento de novos equipamentos e processos tecnológicos, aumento de competências culturais gerais, enfim, com que objeto de trabalho você gostaria de se envolver. Faça uma ampla pesquisa sobre si mesma e sobre as profissões.

A partir daí verifique as grades curriculares dos cursos de interesse, bem como setores de atuação em que as habilidades já desenvolvidas possam ser atualizadas. Considere também que nem todos os interesses pessoais precisam estar presentes no exercício profissional.

Leia mais:
– Gosto de matemática e computadores. Qual curso escolho?
– Gostar de física e matemática basta para se dar bem em Engenharia Civil?