logo-ge

Conheça 7 mulheres que fizeram história na NASA

Algumas já foram retratadas em filmes e outras ainda são pouco conhecidas, mas todas deixaram suas marcas na agência espacial

Criada em 29 de julho de 1958, a NASA é a agência do Governo Federal dos Estados Unidos que cuida da pesquisa e do desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial.

Responsável por grandes conquistas da humanidade, a NASA criou um site chamado Women@NASA, que reúne diversos vídeos e informações sobre funcionárias da agência. A ideia é criar uma plataforma para inspirar meninas e mulheres sobre a carreira espacial e promover mudanças nas políticas que envolvem o mercado de trabalho.

Aqui, estão reunidas algumas das mulheres que enfrentaram barreiras e preconceitos em diferentes graus e triunfaram, muitas vezes como pioneiras, na carreira que decidiram seguir.

Anna Fisher

 (Michael Hickey/Getty Images)

Anna Fisher foi uma das seis mulheres selecionadas, em 1978, para formarem a primeira equipe de astronautas femininas. Completou o curso no ano seguinte e foi qualificada como especialista de missão para voos futuros. Conhecida por ser a primeira mãe a viajar no espaço, Anna também se manteve na equipe de comando nos primeiros anos da construção da Estação Espacial Internacional.

Eileen Collins

 (Alex Wong/Getty Images)

O currículo de Eileen Collins na agência é longo. Além de ex-astronauta e coronel da Força aérea dos Estados Unidos, ela é veterana de quatro missões especiais e foi a primeira mulher a ser piloto e depois comandante de um ônibus espacial.

Shannon Lucid

Shannon Lucid

Shannon Lucid (NASA/Getty Images)

Shannon Lucid foi pioneira em dois setores. A ex-astronauta foi a primeira mulher norte-americana a habitar a estação orbital russa Mir e a primeira mulher a ser condecorada com a Medalha de Honra Espacial do Congresso.

Retratadas no filme “Estrelas Além do Tempo”, Katherine Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson também se destacaram na NASA. Além dos preconceitos de gênero, elas tiveram que lidar com discriminações por serem negras. Foram integrantes da equipe apelidada de “computadores humanos”, formado por mulheres que calculavam manualmente as equações que tornavam as viagens espaciais possíveis. Entretanto, recebiam menos que suas colegas brancas.

Katherine Johnson

Katherine Johnson

Katherine Johnson (NASA/Reprodução)

Após se formar na escola com apenas 14 anos, aos 18, Katherine conseguiu seu diploma em matemática e francês na universidade West Virginia State. Começou a trabalhar na Naca (Comitê Nacional para Aconselhamento sobre Aeronáutica), que se tornaria a Nasa e foi a responsável pelo cálculo que possibilitou que o astronauta John Glenn orbitasse a Terra. Seu brilhantismo também foi essencial para calcular a trajetória de voo do Apolo 11, foguete que levou homens à Lua pela primeira vez, em 1969.

Dorothy Vaughan

Dorothy Vaughan

Dorothy Vaughan (NASA/Reprodução)

Dorothy Vaughan foi a primeira supervisora negra da história na NACA. Em um ponto de sua carreira, ela percebeu que seu setor se tornaria obsoleto e decidiu aprender sobre programação e ensinar outras mulheres.

Mary Jackson

Mary Jackson

Mary Jackson (NASA/Reprodução)

Já Mary Jackson trabalhou na NACA por 34 anos e, em 1958, se tornou a primeira engenheira negra na NASA.

Sally K. Ride

Sally Rider

Sally Rider (Sandy Huffaker/Getty Images)

Sally K. Ride foi a primeira norte-americana a ir para o espaço (as primeiras mulheres da história foram as russas Valentina Tereshkova e, depois, Svetlana Savitskaya). Junto com Anna Fisher, Sally foi uma das selecionadas para integrar a primeira equipe de mulheres astronautas.