logo-ge

Devo fazer Gastronomia mesmo sabendo que o mercado é difícil?

Orientador profissional esclarece

Estou escolhendo entre três carreiras: Gastronomia, Medicina e Aviação Comercial. Penso bastante em gastronomia, mas imagino que o mercado de trabalho não seja muito bem remunerado. Acredito que para mim seja mais importante uma economia familiar estável do que fazer o que gosto. Será que devo investir em Gastronomia? Será que assim vou contrariar a vontade de minha família e, talvez, o estilo de vida que busco para o futuro?
Enviado por Anônimo

Suas questões são superpertinentes e, felizmente, não há respostas corretas para elas. Se houvesse resposta certa, todo mundo faria a mesma coisa. E isto seria algo muito chato e monótono, fora os problemas econômicos que ocasionaria.

Em qualquer área existem profissionais bem remunerados, medianamente remunerados e mal remunerados. Isso acontece com chefes de cozinha, médicos e pilotos. A remuneração é determinada por muitos fatores, que vão desde a economia mundial, do país e da empresa contratante ao nível de desemprego na área e a dedicação e atualização da pessoa.

Repare uma coisa interessante: nas três profissões citadas por você, a jornada de trabalho é diferente da maioria das outras profissões. O chefe de cozinha trabalha nas horas e nos dias em que os outros não trabalham. Os médicos com seus plantões ou cirurgias de emergência não seguem o padrão de horários de trabalho, da mesma forma que um piloto comercial. Portanto é necessário pensar o que você realmente pretende a respeito do estilo de vida que quer para si.

A solução de sua dúvida você próprio terá que dar. Para isso, é fundamental que conheça aprofundadamente as opções que tem na mão!