logo-ge

“Devo ser veterinária?”

Orientador profissional esclarece

Amo animais de estimação – cheguei a ter 7 cachorros, apesar de só ter um hoje. Gostaria muito de fazer faculdade de veterinária, mas tenho medo de não estar à altura, não sei se isso é pra mim. O que posso fazer para ter certeza da minha decisão?

Enviado por Ana Caroline

Você deve procurar conhecer melhor o curso e as áreas de atuação do profissional que tem em mente. O fato de gostar de animais de estimação não garante que você se sentirá bem como médica veterinária. O veterinário não apenas trabalha no cuidado aos animais de pequeno porte, mas também aos de grande porte. É formado também para a área de produção (em que trabalha na criação de gado e aves para corte e abate, por exemplo), para a inspeção de produtos de origem animal, para a pesquisa de medicamentos e vacinas. Além de se preocupar com o problema das zoonoses (doenças transmitidas aos homens pelos animais e dos produtos derivados deles).

Há mais duas razões para você refletir melhor sobre sua possível escolha: nem sempre o que gostamos de fazer como hobby é o que nos trará satisfação profissionalmente (trabalhar em uma área envolve compromissos, horários, procedimentos, responsabilidades e exigências muito diferentes daquelas que temos em nossas horas de lazer). A segunda razão pode ser bem pessoal: o quanto você sente a falta de seus outros 6 animais de estimação? Há alguma chance de sua escolha ser uma forma de tentar dirigir os sentimentos que tinha por eles para novos possíveis “clientes”?