logo-ge

Estou em dúvida entre muitas carreiras. Será que meu problema é insegurança?

Orientador profissional esclarece

Olá! Meu nome é Bernardo, moro em Porto Alegre e há mais ou menos 3 anos venho tendo dificuldades para escolher minha direção acadêmica. Já fiz alguns vestibulares, mas nunca estive convicto da minha escolha de curso. A maior questão na qual tento levar em conta é “trabalhar em algo” e não “trabalhar para alguém”. Já tive dúvidas em Engenharias, Medicina, Física, Biologia, Psicologia, Arquitetura e Música. Sou muito bom com Ciências Exatas, mas as Humanas sempre me fascinaram. O maior problema é que me sinto capaz de seguir qualquer carreira com sucesso, e consigo me imaginar dentro de qualquer mercado de trabalho. Então, até que ponto as minhas dúvidas são válidas? Ou elas seriam apenas medo de começar e me arrepender, ou de até mesmo não conseguir entrar na faculdade?
Enviado por Bernardo Zuccolotto Correia

O fato de você ter facilidades quanto a várias áreas de conhecimento deve ser visto como um elemento de maior liberdade, já que a principio não haveria maiores desafios quanto a determinados conteúdos. É possível, no entanto que você perceba tal “liberdade” como um complicador de sua escolha.

Diante de situações de escolha as pessoas podem se sentir paralisadas às vezes. Isso pode ocorrer pelo temor de que a opção escolhida não as satisfaça totalmente, mas também porque o sentimento de perda que acompanha o abandono das demais opções pode suplantar a coragem da decisão.

Aprofunde a reflexão sobre seu projeto de futuro: o que significa “trabalhar para alguém”? Você se refere à necessidade ou não de buscar vínculos formais de trabalho ou trabalhar como autônomo? Considere que todo trabalho é social; por meio dele estabelecemos relações que podem ser de múltiplos tipos – quais você deseja?

Além de pensar em que você vai trabalhar, imagine “quem” você deseja ser: hábitos, ritmos e rotinas, valores pessoais que pretende manter ou desenvolver, objetivos que pretende alcançar por meio do trabalho( preservar a natureza, produzir objetos por meio de tecnologia, ampliar a capacidade de comunicação entre pessoas, zelar pelo desenvolvimento da sociedade ou das pessoas, otimizar os processos de comercialização de produtos e de desenvolvimento econômico etc). Identificados seus ideais pessoais e profissionais, caminhe para a pesquisa das profissões que podem significar uma boa síntese. Mas não se esqueça: a decisão envolve um ato de coragem, que deve servir para motivar e amparar diante dos riscos que toda escolha determina.

Leia mais:
– Máquina de Profissões: O super teste do GUIA te ajuda a escolher uma carreira!
– Humanas, biológicas ou exatas – Qual área devo seguir?
– Será que você é antenado? Faça o teste!