Clique e assine GE Play por R$16,90

Gestão da Informação ou Ciência da Computação?

Orientador profissional esclarece

Por Redação - Atualizado em 16 Maio 2017, 13h50 - Publicado em 16 nov 2009, 18h31

Sempre tive melhores aptidões na leitura e escrita do que no raciocínio lógico, o que não quer dizer que eu não o tenha, entretanto. Lido melhor com textos do que com números. Aprendi a ler cedo e desde pequena não saio de cima de livros. Só que também gosto da área de tecnologia e passei em Ciência da Computação, interessei-me também pelo seu mercado promissor. O que fazer: ir pra área de exatas e desenvolver todo meu raciocínio lógico ou seguir em Gestão da Informação sem ter uma noção desse mercado de trabalho, mesmo me dando bem com a informação?
Enviado por Anônimo

Na vida profissional, nossas habilidades podem encontrar diferentes maneiras de se expressar. Diante do que você expôs, muitas outras possibilidades se abririam. Mais importante do que tentar descobrir como melhor aproveitar as qualidades que você já desenvolveu, talvez seja analisar quem você deseja ser: com que e com quem pretende trabalhar? Quais relações pretende manter com colegas de trabalho? Que projeto de vida você gostaria de ver realizado?

“Raciocínio lógico”, “aptidões em leitura e escrita”, esclarecem menos que outras perguntas que você já parece conhecer: quais são suas expectativas em relação a mercado de trabalho e remuneração? Com que tipo de informação você gosta de lidar? Tecnológica, para resolução de problemas formais, ou relacionada à cultura geral? Seu interesse por leitura dirige-se a alguma área específica (Literatura, Ciências Naturais, Tecnologia, Política, etc)? Qual seu interesse pela “palavra em si” (inclusive, o que você denomina como “palavra em si”?)?

Resgate sua história pessoal com “as palavras” e com a “Lógica”. Deve haver mais a pensar sobre isso… Talvez você se surpreenda com novas e diferentes opções que poderão surgir. Para tal, permita-se uma nova pesquisa quanto às áreas de conhecimento e profissionais. Investigue o grande número de profissões existentes e procure aquela que possa realizar seus interesses e que esteja de acordo com seus valores, mais que “aproveitar” suas habilidades.

Continua após a publicidade
Publicidade