logo-ge

“Não gosto de falar em público, mas quero fazer Direito. É um problema?”

Você pergunta, nossos orientadores respondem

Não gosto de falar em público, acabo me enrolando e não consigo me expressar. Gostaria de saber se isso iria me atrapalhar muito na hora de fazer Direito.

Camilly

Por JULIANA RISSARDI, sócia-consultora da People & Results 

Olá, Camilly, tudo bem?

Dentro da formação em Direito há muitas áreas de especialização e nem todas precisam de exposição pública em tribunal, fórum etc. Dependendo de onde você trabalhar, talvez precise falar bem pouco em público. 

Por exemplo, se você escolher Direito Criminal ou Cível, é muito provável que você tenha que se apresentar diante de um juiz para uma audiência com maior recorrência. Se você escolher uma carreira pública, ou seja, Promotoria, Procuradoria, Delegado Federal, talvez o nível de exposição já fique um pouco mais alto também. Mas por outro lado, se você optar pela área de Direito Empresarial, Direito Contratual, Direito do Consumidor, é muito provável que você não tenha que se expor com frequência.

Portanto, fique tranquila quanto a fazer o curso de Direito, se é isso que você realmente gosta. Só fique atenta no momento de escolher a área de especialização.

Boa sorte!

People & Results

Empresas são feitas de profissionais. São eles que constroem, transformam e perpetuam a cultura corporativa. Quando colocadas em posições que exigem aquilo que cada um tem de melhor, alcançam desempenho superior, são mais felizes. Portanto, cuidar da cultura da empresa e da carreira é peça fundamental na gestão de pessoas e para o sucesso nos negócios. Em suma, pessoas e resultados são o nosso negócio.
(A consultoria, especializada em carreira e cultura organizacional, responderá periodicamente as dúvidas dos leitores do GE).