Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Não me considero uma pessoa criativa. Posso fazer Design?

Orientador profissional esclarece

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h51 - Publicado em 14 jul 2014, 14h24

Gosto muito da área de Design Gráfico, mas não sei se sou criativa o suficiente. O quanto isso pode me atrapalhar? Entrar numa faculdade de Design pode ajudar a desenvolver a criatividade?
Enviado por Thalita

Escolher uma profissão é um processo muitas vezes difícil e demorado, em que elementos racionais e emocionais estão envolvidos. Muitas vezes somos iludidos por certos “mitos” que a sociedade desenvolveu acerca do tema como “desde pequeno fulano demonstrou um talento enorme em…” Na verdade, ao longo da vida podemos desenvolver várias habilidades – como a de desenhar – , mesmo que seja mais ou menos difícil de indivíduo para outro.

A “criatividade” não é uma propriedade “inata”, com a qual as pessoas nasçam. Buscar soluções inovadoras, estar aberto às experiências explorando a própria sensibilidade, aceitar os riscos inicias de não saber onde dará uma ideia são elementos que compõem os comportamentos criativos e se desenvolvem ao longo da vida em função das experiências ofertadas pela realidade. Mesmo que você realizasse um “teste” que “medisse” sua criatividade, ainda caberia pensar que o que ainda não está plenamente construido pode vir a ser, a partir de sua disposição e eventualmente de eventos e cursos que auxiliem nesse sentido.

Por exemplo: você pode buscar complementar os conhecimentos e habilidades ligados a desenho por meio de cursos de extensão ou mesmo cursos livres. Estas alternativas podem ou não incorrer em custos.

Em linhas gerais, o curso de Design Gráfico dirige-se para a melhoria de qualidade da comunicação visual, permitindo ao profissional atuar em áreas como editoração de livros e revistas, criação de logotipos, desenho de sites, criação de vinhetas para televisão. Algumas matérias que dão sustentação a estas práticas são fundamentos da linguagem visual, fotografia, cinema, tipografia, software de editoração, identificação das necessidades de clientes, operacionalização comercial de seus produtos. Veja, portanto, que outros conhecimentos também compõem a formação e que deverão também ser aprendidos durante o curso.

Leia mais:
– Design Gráfico é a melhor escolha?
– Conheça as 13 profissões da área de Artes e Design

Continua após a publicidade

Publicidade