logo-ge

Quais as perspectivas para o profissional de Arquitetura?

Orientador profissional esclarece

Tenho vontade de cursar Arquitetura e Urbanismo, mas me preocupo com o mercado de trabalho. Ouço muitas reclamações de arquitetos quanto aos salários e ao mercado saturado. Quais as perspectivas nesse sentido?
Enviado por Amanda Almeida

Um dos primeiros indicadores de crescimento da economia em um país é o volume de moradias em construção. O Brasil se manteve estável diante da grave crise econômica que assolou recentemente boa parte do mundo. Além disso, há alguns anos a construção civil tem crescido constantemente e há inclusive falta de profissionais capacitados nesta área. Nesse sentido, as perspectivas de mercado são boas se pensarmos no momento atual. Mas considere que o contexto histórico e econômico pode se alterar daqui a alguns anos.

O profissional de Arquitetura pode trabalhar como empregado de uma construtora, mas muitos destes profissionais atuam como autônomos. São profissionais liberais, ou seja, mantém seu próprio escritório, negociando diretamente seus serviços com o consumidor. Isso envolve a administração de custos, a formação de uma carteira de clientes, a busca da qualidade em seus projetos que possam projetá-los e valorizá-los no mercado.

De fato, o mercado é bastante competitivo, como ocorre em diversas áreas, mas uma boa formação e empenho podem lhe fornecer boas chances de inserção no meio. Procure informações também junto a professores de bons cursos de Arquitetura no site do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) do estado em que reside.