logo-ge

Quais os critérios que tenho de julgar para fazer essa decisão?

Orientador profissional esclarece

Tenho 17 anos e estou me preparando para a entrada em uma Universidade, mas ainda resta uma dúvida: fazer ou não o curso técnico antes, para ver se realmente é esta a profissão certa? Quais os critérios que tenho de julgar para fazer essa decisão? Penso em fazer Enfermagem, mas não sei se o técnico ou a faculdade…

A formação profissional no Brasil tem vários níveis, desde aquele baseado em cursos livres e rápidos ou apenas experiência adquirida diretamente no trabalho, passando pelo ensino médio técnico, cursos tecnológicos superiores (em geral com duração de dois anos), bacharelados (cursos superiores com duração de três a 6 anos) e pós-graduação. A característica mais constante que diferencia estes graus é que quanto menor o volume de estudo, maior a carga de trabalho operacional (execução direta de tarefas), e quanto maior o grau de estudo, mais o trabalho tende ao planejamento, controle, gerenciamento e à teorização dos processos e atividades.

Também como tendência, os rendimentos financeiros do trabalho crescem, em média, em função da maior escolarização (mas há outras variáveis, como oportunidades de emprego, qualidade da capacitação, necessidades sociais e de mercado específicas por certo perfil, entre outras).

Mais uma variável: a formação técnica tende a possibilitar o ingresso no mercado de trabalho mais precocemente (isto é importante / necessário para você?).

Além de refletir sobre tais questões, pense em mais uma: o valor de “experimentar” uma profissão de nível superior por meio da formação técnica é relativo. Apesar de possíveis semelhanças, estes dois níveis de formação têm finalidades e conteúdos diferentes. Investigue as grades curriculares, converse com profissionais (vários, se possível) que atuem a partir destas duas formações e procure construir um juízo próprio.