logo-ge

Qual o principal papel do internacionalista?

Orientador profissional esclarece

Estou pensando em cursar Relações Internacionais, porém não tenho certeza de que após a faculdade eu encontrarei o emprego dos sonhos. Pretendo viajar a fim de fazer negociações entre grandes empresas, não só na questão de compra e venda, mas principalmente em atrair multinacionais para desenvolver a economia do país.
Enviado por Marjory

O profissional formado em Relações Internacionais visa otimizar as relações entre empresas, órgãos governamentais, entidades internacionais em várias áreas: política, militar, cultural, comercial, legais, de direitos civis. Sua formação exige sólidos conhecimentos humanísticos, baseados em sociologia, economia, história, antropologia.

O campo profissional do internacionalista (designação do graduado em Relações Internacionais) encontra-se em desenvolvimento. Seu lugar no mercado vem se construindo desde que se intensificaram as transformações promovidas pela mundialização do capital e a globalização.

As empresas privadas têm cada vez mais buscado a assessoria de tais profissionais para resolver questões tanto comerciais como de imagem institucional, ou seja, ligadas à diplomacia coorporativa e às exigências que surgem de diversas demandas tais como a compatibilização diante de acordos ligados à economia sustentável, entre outros. Empresas focadas em ampliar seu mercado externo podem representar boas oportunidades de trabalho, seja diretamente (como empregado) seja como consultor.

Seus interesses podem ser contemplados por este curso. É importante que você pesquise as grades curriculares dos cursos em diferentes Universidades, pois há ênfases maiores nos aspectos econômicos em algumas delas e nos políticos em outras. Considere que o domínio de mais uma ou mais línguas que a nativa é um requisito quase indispensável nesta profissão.

Leia mais:
– TESTE: Relações Internacionais é o curso que eu quero?
– TESTE: Qual é o meu nível de inglês?