logo-ge

Quero fazer Relações Internacionais, mas no Nordeste há poucas oportunidades. O que devo fazer?

Orientador profissional esclarece

Estou interessada em fazer Relações Internacionais, mas moro no Nordeste e sei que o mercado de trabalho aqui é fraco. Me inscrevi numa faculdade daqui, é estadual, não é uma das melhores, mas também não é tão ruim assim! Será que isso poderá futuramente me prejudicar na hora de procurar um emprego? Será que eu deveria me especializar em alguma coisa depois que eu terminar a faculdade? Obrigada!
Enviado por Bruna Isabela

A carreira de Relações Internacionais é relativamente recente no país, com cerca de 20 anos de existência. É pouco no que tange ao mundo do trabalho, mas mostra-se promissora. A formação do profissional da área recebe o benefício de ser incrementada continuamente pelas mudanças que ocorrem no cenário mundial, como transições de ideologias políticas ou preocupações com a manutenção do ecossistema e do clima planetário.

As empresas privadas têm buscado a assessoria de tais profissionais para resolver questões tanto comerciais como de imagem institucional, ou seja, ligadas à diplomacia e às exigências que surgem de diversas demandas tais como a compatibilização diante de acordos ligados à economia sustentável, entre outros. Empresas focadas em ampliar seu mercado externo podem representar boas oportunidades de trabalho, seja diretamente (como empregado) seja como consultor.

As empresas nordestinas têm acompanhado o movimento geral de expansão da economia brasileira, o que pode ser um bom sinal. No entanto, o mercado para este profissional ainda é maior junto ao centro econômico e financeiro do país, a região Sudeste. Outras possibilidades estão ligadas à expansão de ofertas de vagas junto a órgãos públicos. Pesquise as grades curriculares do curso em diferentes universidades, pois há ênfases maiores nos aspectos econômicos em algumas delas e nos políticos em outras.

Considere que o domínio de uma ou mais línguas além da nativa é um requisito indispensável nesta profissão; tal domínio pode ser desenvolvido paralelamente à formação, não sendo pré-requisito para ela.

Deixe para pensar mais tarde a respeito de especializações. Durante sua formação e por meio de estágios você irá perceber se vale a pena e em qual área buscar mais conhecimento.

Leia mais:
– Como é a estrutura de um curso de Relações Internacionais?
– Toda grande empresa precisa de um profissional de Relações Internacionais?