logo-ge

Quero Relações Internacionais, mas nunca saí do país. É ruim?

Orientador profissional esclarece

Quero cursar Relações Internacionais, mas nunca saí do Brasil. Sempre pesquiso e procuro saber sobre as culturas de países que me interessam, mas apesar disso, nunca tive a oportunidade de um contato direto. Isso vai me prejudicar?
Enviado por Isabela Xavier

Esta não é uma condição que lhe impeça de cursar esta formação, nem a impedirá de se desenvolver na carreira. O curso oferece conteúdos e o desenvolvimento de métodos de pesquisa suficientes para a compreensão de outras culturas.

Conhecer outros países para o desenvolvimento da profissão pode ser relevante desde que de forma bem orientada (o que não costuma ser o foco de viagens turísticas, por exemplo).

Considere que a realização de estágios, o empenho nos estudos e a realização de viagens bem direcionadas durante a graduação ou mesmo um período de intercâmbio podem qualificar melhor este profissional.

Uma questão com que você deve se ocupar de forma mais central é o desenvolvimento do domínio de outras línguas, pelo menos o inglês, uma das línguas que se exigirá proficiência para completar a graduação.

Leia mais:
– Conheça a carreira e o curso de Relações Internacionais