logo-ge

Quero ser médica, mas tenho nojo de vômitos. O que faço?

Orientador profissional esclarece

Desde muito pequena quero ser médica geriatra. Mas algumas colegas dizem que não sirvo para medicina por ser um pouco fresca. Não tenho problemas com sangue, mas tenho nojo de situações como vômitos e erupções na pele. O médico lida tanto assim com vômitos, ferimentos e essas coisas? Sempre pensei fosse papel da equipe de enfermagem e técnicos. Tenho medo de me dedicar tanto para passar no vestibular e ter de abrir mão da vaga. Me ajudem, por favor!
Enviado por Glória

O médico está exposto a tudo que ocorre com o paciente. Não é ele que vai manter a higiene, a equipe de enfermagem se responsabiliza por isso. Mas seguramente, o estudante de Medicina vai ver coisas muito mais pesadas do que vômitos. Mas como tudo na vida, as pessoas se acostumam.

Quanto à especialidade, os médicos costumam decidir suas especialidades na residência, curso que pode durar de dois a quatro anos depois da graduação. Além disso, a área de atendimento a pessoas da terceira idade está se ampliando e vários profissionais podem atuar nela.

Enfermeiros, Psicólogos, Terapeutas Ocupacionais, Fisioterapeutas, Professores de Educação Física, Nutricionistas, Assistentes Sociais, Pedagogos, Turismólogos e provavelmente outros. Já existem cursos de graduação que formam o profissional diretamente para trabalhar com esse público, Gerontologia. Mas eles estão sendo questionados e ainda precisam se provar na prática.