logo-ge

Se fizer Administração, terei emprego garantido. Mas sonho ser agrônoma. E agora?

Orientador profissional esclarece

Olá,

Tenho 17 anos e há 2 trabalho para a administradora do melhor shopping da minha cidade, que cuida de outros 16 em todo o Brasil. Entrei como menor aprendiz e hoje sou estagiária secundarista. Todos admiram meu trabalho e apostam que serei uma excelente profissional do varejo. A empresa está em expansão, precisa de bons profissionais e com certeza quem irá se beneficiar com isso são os estagiários. Tenho tudo pra dar certo, crescer e ganhar bem.

Mas sempre tive vontade de ser agrônoma. Sei que é um campo que tem muito a ser explorado e que paga bem, principalmente em Mato Grosso, estado onde moro. Sem contar que tenho a certeza de que como agrônoma, não terei de acordar todos os dias para trabalhar, mas para me divertir. Mas tenho medo de arriscar… Qual a melhor opção?
Enviado por Kamila Terres

Segundo alguns pesquisadores, a maioria dos jovens que trabalham para ajudar a família seguem carreiras ligadas a seus primeiros empregos e às funções que aprenderam “na prática”. Como aconteceu com você, eles se destacam e acabam investindo nas carreiras que já exercem.

Você terá de aprender a avaliar entre aquilo que conquistou e os riscos da nova opção. Qualquer graduação, seja Administração ou Agronomia, será um passo a mais em sua carreira.

Busque apoio em sua família, resgate sua história pessoal (além da experiência profissional), imagine-se daqui a alguns anos trabalhando, junte a expectativa de salário de cada profissão com o que espera para sua vida, misture tudo em um grande caldeirão e veja se o caldo lhe agrada. E assuma o risco, pois a opção profissional sempre envolve algum grau de risco, um ato de coragem.

Considere que apesar de seus 17 anos, você já tem alguma experiência profissional. Sua análise sobre o contexto de sua empresa e de seu percurso demonstra isso. E lembre-se que o risco, no final, tem a ver com liberdade!