Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Tenho diabetes e não posso ter estresse. Posso cursar Medicina?

Orientador profissional esclarece

Por Redação Atualizado em 21 jun 2017, 17h51 - Publicado em 28 jun 2016, 16h08

Eu amo Medicina e também gosto muito de Engenharia Civil, mas penso muito no meu bem estar. Tenho diabetes, e por isso tenho receio de cursar Medicina, já que vejo muitas pessoas falarem que é uma profissão muito desgastante. Nesse caso, a Engenharia seria melhor opção?
Enviado por Gabriel

Você deve conviver com seu diagnóstico há algum tempo e por isso conhece a rotina de tratamento e os cuidados que deve tomar. Está consciente que níveis maiores de estresse podem desequilibrar o metabolismo da glicose no organismo, o que pode ser a fonte de suas preocupações.

>> 5 fatos sobre Medicina que você provavelmente não conhecia

A rotina de estudos durante a graduação e de trabalho do profissional de Medicina pode mesmo ser bem pesada. O curso é integral exige a realização de atividades práticas como as do período de internato (a partir do terceiro ano) e na residência. Plantões de 12 horas em hospitais e atendimento concomitante em consultório privado ou em clínicas também podem compor um ritmo pesado. Mas há como negociar esta carga de trabalho em função da especialidade médica em que você eventualmente venha a se formar, bem como a carga horária dedicada ao trabalho.

>> Qual Engenharia combina mais com você?

Também os conhecimentos profissionais podem lhe ajudar na compreensão e controle de seu quadro, mas cuidado: este não deve ser um motivo para sua opção por Medicina, já que o acompanhamento clínico da diabetes pode ser realizado com conhecimentos disponíveis a leigos também.

Por outro lado, o trabalho do engenheiro civil também envolve em geral situações de estresse: o curso também é em período integral (principalmente nas melhores faculdades) e sua rotina exige cumprimentos de prazos muitas vezes exíguos, com intensa atividade física em virtude do acompanhamento de obras diretamente em suas locações.

Converse com seu médico e amplie seu conhecimento sobre seu quadro. Com controle e acompanhamento adequados, esse fator não deve ser limitador para sua escolha. O que, por outro lado, reforça a ideia que você deve melhor pesquisar sobre as profissões citadas e realizar sua escolha baseado em um número maior de variáveis.

Continua após a publicidade
Publicidade