logo-ge

Tenho dreads. Vou sofrer preconceito na hora de arrumar um emprego?

Orientador profissional esclarece

Quero cursar Publicidade e Propaganda, mas tenho medo de que na hora de procurar emprego os meus dreads sejam um problema. Na área de Publicidade existem restrições quanto a aparência? Afinal, existe uma profissão em que eu sofreria preconceito?
Enviado por Kauê Santos

As relações de trabalho refletem em boa medida o comportamento social geral. Os ambientes de trabalho guardam certas especificidades em função do tipo de atividade desempenhada e de tradições. Por exemplo, nos fóruns é exigido de advogados que se vistam formalmente, bem como médicos devem usar roupas adequadas em hospitais em função dos procedimentos que executam.

No entanto há exigências que superam as necessidades funcionais, o que pode revelar preconceitos embutidos nas relações sociais, apesar de muitos progressos conquistados na luta pela diversidade sócio-cultural e econômica.

Segundo dados oficiais, mulheres estão mais sujeitas ao desemprego que homens, além de serem mais mal remuneradas que eles quando exercem a mesma função. Quando comparamos a população negra (incluindo-se negros e pardos) com a população branca, o mesmo fato ocorre (verifique os links http://www.dieese.org.br/esp/negro.xml e http://www.dieese.org.br/esp/estpesq14112005_mulhernegra.pdf do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Conflitos religiosos, políticos, étnicos, de orientação sexual foram a base de discriminação e de enormes violências. Por outro lado, nunca, em toda a história humana e em especial do Brasil, este tema esteve tão em pauta, a ponto de várias leis serem revistas ou criadas para o combate dos mesmos.

No processo de escolha profissional é muito importante que você busque compreender os elementos que compõem a dinâmica e os cenários do mundo do trabalho. O fato de ainda termos que avançar na superação da discriminação e das desigualdades sociais deve ser considerado. Porém, isso não impede que você conquiste seus objetivos, por meio da construção de estratégias individuais e coletivas para combater e superar tais dificuldades. Considere que o profissional bem qualificado pode negociar diante das expectativas e superar eventuais preconceitos.

Considere que tanto a realidade social quanto você mesmo são dinâmicos, que se transformam ao longo do tempo. A rigor, não há impedimento formal que uma aparência diferente determine para o exercício da publicidade. Cabe a você avaliar o contexto no momento certo e determinar novas escolhas.

Leia mais:
– Vou sofrer preconceito se fizer Nutrição sendo um pouco gordinha?
– Saiba mais sobre Publicidade e Propaganda