logo-ge

Um formado em Relações Públicas pode trabalhar no exterior?

Orientador profissional esclarece

Estou no 3º ano do Ensino Médio e pretendo cursar Relações Públicas. Queria saber se é possível trabalhar no exterior ou viajando e quais são as principais características para alguém que queira trabalhar no exterior. Obrigado.
Enviado por Daniel

A carreira em Relações Públicas exige contatos frequentes com outras pessoas. Este profissional deve ser capaz de apresentar ideias, interesses, perfis de empresas ou pessoas para os outros. Sendo uma carreira do campo das comunicações sociais, requer desenvolvimento da expressividade em que o domínio da língua é fundamental. Nesse sentido, se você tem interesse em trabalhar no exterior considere a necessidade do amplo conhecimento da língua do(s) país(es) em que desejaria atuar.

O profissional de Relações Públicas é o responsável direto pelo contato tanto com o público interno (funcionários) quanto externo de empresas, instituições governamentais ou não, de forma a promover uma boa imagem delas, por meio de estratégias eficientes de comunicação, de transmissão dos valores destas organizações, de promoção de eventos, do atendimento às demandas dos clientes. Organizar eventos e prestar assessoria de impressa são também possíveis atribuições deste profissional.

Este profissional encontra colocação também em agências especializadas em relações públicas e em assessorias de imprensa.

Em um mercado cada vez mais competitivo, a comunicação clara, direta e eficiente pode ser um diferencial, o que tem ampliado as perspectivas para este profissional. No “mundo globalizado” o contato de empresas e órgãos de outros países este é um campo a ser explorado. Considere, no entanto que há outros profissionais que intervém neste processo, como internacionalistas (bacharéis em relações internacionais), jornalistas e turismólogos. Especialmente no âmbito estatal, é o diplomata que executa este papel, bem como outros profissionais inseridos nas carreiras públicas (em órgãos ligados ao turismo, comércio, cultura).

Uma opção é a realização da graduação no exterior e o trabalho em órgãos e empresas estrangeiras. Saiba que pelas características do trabalho o profissional deverá competir com outros naturais do país desejado, o que impõe o amplo conhecimento da cultura, dos costumes, da história, da configuração dos diferentes grupos que compõem a sociedade deste país e o conhecimento da legislação do trabalho de estrangeiros no país e dos órgãos que fiscalizam o trabalho do profissional. 

Leia mais:
– Conheça o curso de Relações Públicas da Universidade de São Paulo
– Saiba mais sobre o curso e o mercado de trabalho de Relações Públicas