logo-ge

Vale a pena fazer o curso de Estética e Cosmética?

Orientador profissional esclarece

Vale a pena fazer um curso tecnólogo em Estética e Cosmética? O retorno financeiro será bom futuramente?
Enviado por Michele

A preocupação e os cuidados com a aparência têm crescido a cada dia em nossa sociedade. O Brasil é o segundo país em números de cirurgias plásticas estéticas. Paralelamente, há um crescimento do mercado de produtos cosméticos e procedimentos de cuidados com a pele, o que gera a ampliação do mercado de trabalho para esteticistas e outros profissionais similares.

A formação superior em estética é oferecida basicamente na modalidade curso tecnológico. Há apenas um bacharelado no país na área. Os procedimentos mais básicos não necessitam profissionais com formação superior, o que indica competitividade com trabalhadores não formados.

A maior parte dos centros e clínicas de estética e institutos de beleza contratam profissionais em sistema comissionado (paga-se um valor fixo mensal e o profissional recebe um percentual dos serviços que presta aos clientes). Segundo o Sindicato dos Empregadores e Profissionais Liberais em Estética e Cosmetologia do Estado de São Paulo. O salário inicial na região metropolitana de São Paulo gira em torno de R$ 770,00 mais comissões.

Há também outras opções relacionadas à área com perspectivas de rendimento médio maior como a formação em medicina com especialização em dermatologia ou cirurgia plástica ou o curso de farmácia e bioquímica, a partir do qual você pode se envolver com a pesquisa e desenvolvimento de cosméticos e de tratamento da pele.

Leia mais:
– Tenho 31 anos e estou na dúvida: devo começar fisioterapia ou estética e cosmetologia?
– Nutrição ou Estética, em qual eu ganharia mais dinheiro?