Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

ENADE será obrigatório na seleção para pós-graduação em 2016

O objetivo é despertar nos meios universitários mais interesse pela realização do exame, que visa avaliar a qualidade do ensino superior das universidades brasileiras

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h32 - Publicado em 23 dez 2015, 12h37

O Ministério da Educação anunciou, entre outras mudanças no sistema de avaliação dos alunos universitários no Brasil, a obrigatoriedade da realização do Enade (Ensino Nacional de Desempenho dos Estudantes) e sua inclusão como critério para ingresso em cursos de pós-graduação a partir de 2016. O objetivo é despertar nos meios universitários mais interesse pela realização do exame, que visa avaliar a qualidade do ensino superior das universidades brasileiras.

         

Outra mudança será a implantação do Enade digital. O ministro Aloizio Mercadante considera o fato das universidades possuírem laboratórios de informática e estruturas já adaptadas para o ensino à distância. Isto irá facilitar a realização do exame, além de produzir dados mais exatos, a respeito do desempenho dos alunos e das instituições de ensino.

O MEC também criará um portal oficial de diplomas, que abrangerá todos os diplomas das instituições de ensino superior no país. O objetivo é eliminar a possibilidade de fraudes e de emissão de documentos falsos.

Saiba mais sobre as mudanças no site do MEC.

LEIA MAIS

Notícias de pós-graduação

Continua após a publicidade

Publicidade