logo-ge

Entenda a importância da pós-graduação em momentos de crise

Ter uma pós pode ser um bom diferencial de empregabilidade em tempos de demissões e cortes de gastos

Em um cenário de crise no mercado de trabalho, com demissões e cortes de gastos, é preciso sempre buscar maneiras de se manter competitivo, aprimorando habilidades e competências. Para isso, um bom diferencial de empregabilidade é ter uma pós-graduação, já que esses cursos possibilitam atualização constante e ampliam a rede de contatos.

“Ao buscar uma qualificação, o indivíduo revela a si e aos outros seu interesse e iniciativa”, conta Luciane Botto, professora de pós-graduação da FAE Centro Universitário. Para ela, essa busca por novas experiências e conhecimentos deve fazer parte da agenda de todo profissional, já que o mercado de trabalho se modifica constantemente – o que se acelera ainda mais durante um período de crise como o atual, por exemplo.

Planejamento

Fazer uma pós, no entanto, é geralmente um investimento custoso e que demanda tempo. Mesmo assim, Luciane garante que o esforço vale a pena quando se tiver condições. “Diante da crise, sabemos que as pessoas tendem a evitar gastos. Cada pessoa precisa fazer as contas e refletir sobre suas possibilidades neste momento”, afirma a professora.

Ela destaca a importância de se fazer um planejamento de vida e carreira adequado, que permita investir na qualificação profissional sempre que necessário – independentemente de se passar por um período de crise ou não. “Somado com atitudes, habilidade e experiências, o conhecimento é um ingrediente fundamental para manter a empregabilidade e alcançar novos patamares”, conta.

A pós em meio à crise

Quem optar por investir em uma pós durante a crise não deve deixar esse momento influenciar na escolha do tipo de curso – é preciso pensar nos objetivos e planos profissionais que se busca atingir com a pós-graduação. “Toda escolha deve ser focada na meta que esse profissional quer atingir”, afirma Luciane. A pós pode servir, portanto, como um complemento para o que o aluno já conhece ou como a porta de entrada para uma nova carreira profissional – uma escolha que deve depender unicamente das necessidades profissionais e de carreira de cada um.

Para quem já está cursando uma pós durante a crise, é fundamental manter uma postura resiliente, superando obstáculos e resistindo à pressão do momento. “Incertezas fazem parte da vida, e elas se intensificam diante desse cenário que estamos vivendo. O medo faz parte do processo, mas precisamos ficar atentos ao poder que se dá a ele”, afirma Luciane.

Competitividade

Para contornar esse medo e manter-se competitivo, é preciso encontrar quais são os seus próprios pontos de destaque. Para isso, é imprescindível saber gerenciar seu tempo e buscar o equilíbrio emocional. Mas, além disso, é fundamental investir em parcerias e no networking. “Em momentos de crise, o networking contribui para que pessoas compartilhem ideias entre si e desenvolvam projetos juntas”, conta a professora.

O networking pode ser útil ainda na busca por novas oportunidades de trabalho, já que as empresas valorizam muito o sistema de indicações. “Por isso, é importante sempre dizer às pessoas o que você faz e o que procura exatamente. Essa clareza é fundamental”, ressalta Luciane.

LEIA MAIS

– Notícias de pós-graduação