logo-ge

Insper lança o programa de Doutorado em Economia dos Negócios

Inscrições começam no dia 12 de janeiro

O Insper Instituto de Ensino e Pesquisa anunciou nesta segunda-feira (12) o lançamento de um programa de Doutorado em Economia dos Negócios. As inscrições começam no dia 12 de janeiro, mas as aulas só terão início em 3 de agosto.

O Doutorado, que foi aprovado recentemente pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), terá duração de quatro anos com carga horária integral e envolverá 25 disciplinas, incluindo cursos de fundamentos e especialização em três áreas: Estratégia Empresarial, Finanças e Microeconomia Aplicada com ênfase em Políticas Públicas. Essas três linhas são ligadas aos centros de pesquisa já existentes no Insper: Centro de Pesquisas em Estratégia (CPE), Centro de Políticas Públicas (CPP) e Centro de Finanças (CeFi).

>> Mestrado, doutorado, especialização ou MBA? Entenda o que é cada um e descubra qual a modalidade certa para você

As aulas serão ministradas em inglês. Segundo a instituição, isso tem o objetivo de facilitar o ingresso de estudantes estrangeiros, além de viabilizar o acesso dos alunos a escolas internacionais de renome. “Nosso objetivo é incentivar os nossos alunos a realizar um ano do curso em uma escola no exterior. Eles terão contato com um pesquisador internacional, além do orientador do Insper, para realização de suas pesquisas”, explica Sérgio Lazzarini, diretor do programa.

O Doutorado também contará com dois colaboradores de universidades internacionais: Fabio Chaddad, da University of Missouri, na linha de pesquisa de Estratégia e Tiago Cavalcanti, da University of Cambridge, na linha de pesquisa de Finanças. Outros professores visitantes também devem ministrar cursos optativos anualmente: Heitor Almeida (University of Illinois at Urbana-Champaign), na linha de Finanças, e Thomas Fujiwara (Princeton University), na linha de Microeconomia Aplicada.

Estão previstas cerca de nove vagas com bolsa de pesquisa, que serão custeadas pelo Insper e pelos seus Centros de Pesquisas. A partir do segundo ano do curso, os alunos deverão atuar como assistentes de ensino ou de pesquisa, a exemplo do que ocorre nos programas de doutorado com dedicação integral.

Mais informações aqui.

LEIA MAIS

– Notícias de pós-graduação