logo-ge

Mestrado em Etnobiologia da UFPB é reconhecido pela CAPES

O novo curso tem como objetivo capacitar os discentes a realizar atividades de ensino, pesquisa e extensão com base em uma formação multidisciplinar

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) conquistou a aprovação, por parte da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal em Nível Superior (Capes), da proposta de criação do Mestrado em Etnobiologia e Conservação da Natureza.

O Conselho Técnico Científico (CTC) do órgão reconheceu a proposta da Instituição, que passa a oferecer mais um curso de pós-graduação stricto sensu, no campus de Bodocongó. Segundo a professora Maria José Lima, pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, o curso é uma parceria com a Universidade Federal e Rural de Pernambuco (UFRPE) e com a Universidade Regional do Cariri (URCA).

O novo mestrado tem como objetivo capacitar os discentes a realizar atividades de ensino, pesquisa e extensão com base em uma formação multidisciplinar, além de contribuir para a construção de uma sociedade igualitária, justa e sustentável. O conteúdo contempla as áreas de Ciências Agrárias; Ciências Biológicas (Zoologia, Botânica, Ecologia, Fitoquímica); Ciências da Saúde (Farmacologia, Microbiologia) e Etnobiologia. As linhas de pesquisa são “Sistemas cognitivos e uso dos recursos naturais”, “Bases ecológicas e evolutivas das relações entre pessoas e natureza” e “Conservação e manejo da fauna e flora em regiões tropicais”.

A direção da universidade irá divulgar em breve por meio de edital, as informações sobre o número de vagas a serem oferecidos e o processo de seleção no site.

LEIA MAIS

Notícias de pós-graduação