Assine com até 65% de desconto

Pós-graduação da USP adota exame internacional de seleção

O GRE é um exame de proficiência que avalia a capacitação do candidato para ingresso em diferentes tipos de cursos e seu potencial de sucesso

Por da redação Atualizado em 28 ago 2017, 11h34 - Publicado em 28 ago 2017, 11h33

A Universidade de São Paulo (USP) assinou, em conjunto com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), um termo para adoção do Graduate Record Examination (GRE) como instrumento de seleção de alunos para os cursos de pós-graduação.

Prepare-se para eventuais processos seletivos

O GRE é um exame de proficiência que avalia a capacitação do candidato para ingresso em diferentes tipos de cursos e seu potencial de sucesso. O teste é aplicado em mais de 160 países.

O exame propõe-se avaliar habilidades como raciocínio verbal, raciocínio quantitativo e escrita analítica. Na primeira rodada de aplicação, 48 programas de pós-graduação da USP utilizarão as notas obtidas no GRE como parte do processo seletivo. A essa triagem básica, serão acrescentadas avaliações próprias de cada curso, como prova específica e análise de currículo, entre outras.

Mais informações sobre esse novo sistema de avaliação estão disponíveis (em inglês) no site da USP.

Nessa primeira edição, 48 programas de Pós-Graduação da USP utilizarão as notas do GRE como parte do processo de seleção, além de adotar critérios específicos adicionais, como análise curricular, carta de recomendação ou prova específica.

Continua após a publicidade
Publicidade