logo-ge

Pós-graduação da USP adota exame internacional de seleção

O GRE é um exame de proficiência que avalia a capacitação do candidato para ingresso em diferentes tipos de cursos e seu potencial de sucesso

A Universidade de São Paulo (USP) assinou, em conjunto com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), um termo para adoção do Graduate Record Examination (GRE) como instrumento de seleção de alunos para os cursos de pós-graduação.

Prepare-se para eventuais processos seletivos

O GRE é um exame de proficiência que avalia a capacitação do candidato para ingresso em diferentes tipos de cursos e seu potencial de sucesso. O teste é aplicado em mais de 160 países.

O exame propõe-se avaliar habilidades como raciocínio verbal, raciocínio quantitativo e escrita analítica. Na primeira rodada de aplicação, 48 programas de pós-graduação da USP utilizarão as notas obtidas no GRE como parte do processo seletivo. A essa triagem básica, serão acrescentadas avaliações próprias de cada curso, como prova específica e análise de currículo, entre outras.

Mais informações sobre esse novo sistema de avaliação estão disponíveis (em inglês) no site da USP.

Nessa primeira edição, 48 programas de Pós-Graduação da USP utilizarão as notas do GRE como parte do processo de seleção, além de adotar critérios específicos adicionais, como análise curricular, carta de recomendação ou prova específica.