logo-ge

Agroecologia

Este bacharel planeja, executa e monitora os sistemas de produção agropecuária, com foco em práticas que não agridam o meio ambiente

Este bacharel planeja, executa e monitora os sistemas de produção agrícola, com foco em práticas que não agridam o meio ambiente e na sustentabilidade econômica, social e ambiental da cultura ou criação. Apoia a transição do modelo convencional de agricultura, com uso de defensivos agrícolas, para modelos agroecológicos.

Ele atua, por exemplo, para que a produção de alimentos orgânicos esteja livre de agrotóxicos e que a cadeia produtiva leve em conta o sistema e trabalho e as particularidades socioeconômicas e culturais da região e das comunidades locais.

Pode trabalhar em organizações não governamentais (ONGs), cooperativas e pequenas propriedades de agricultura familiar. Encontra colocação, ainda, em secretarias de Agricultura estaduais e municipais e em empresas de assistência técnica e extensão rural. É possível ingressar na carreira como tecnólogo.

O que você pode fazer

Administração: gerir propriedades rurais, associações e cooperativas que trabalhem com a agricultura sustentável.

Comércio: cuidar da comercialização dos produtos agrícolas cultivados por pequenas propriedades rurais ou que tenham apelo ecológico, como os orgânicos.

Solos: avaliar a situação do solo, detectando vestígios de defensivos agrícolas ou outros produtos que afetam a produção orgânica.

Certificação: atuar nos processos de certificação de produtos orgânicos.

Consultoria: orientar a transição da agricultura convencional para sistemas mais sustentáveis e com menos impacto ambiental, como a agricultura orgânica ou biodinâmica.

Produção: coordenar, planejar e implementar áreas de agricultura sustentável atento da qualidade da produção até a distribuição de renda entre os envolvidos.

Mercado de Trabalho

A preocupação das pessoas com a saúde e em comer alimentos mais saudáveis aquece o mercado de produtos orgânicos.

Como o plantio de orgânicos geralmente está nas mãos de pequenos produtores, o profissional é contratado para planejar o ciclo das lavouras, visando a aumentar a produção e o lucro.

Como trabalhar de forma sustentável também virou uma forma de atrair mais consumidores, produtores estão se adequando às regras de sustentabilidade para alavancar negócios. Nesse caso, o agroecólogo é contratado para fazer essa transição entre o modo convencional de produzir para o mais ecológico.

Outro setor de contratação é o de certificação de produtos orgânicos, que cresce a cada ano. As maiores demandas estão no Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

O salário na área de agroecologia pode variar, de acordo com o empregador. O site Educa Mais Brasil estima que, em empresas grandes, um profissional ganha, em média, de R$ 2.450 (em início de carreira) a R$ 6.300 mensais.

Curso

Para entrar no curso de bacharelado, o aluno precisa atingir a nota de corte de 585, a média brasileira do Sisu de 2019. Geralmente, o curso é integral e mescla aulas práticas e teóricas.

Estuda-se desde zoologia, botânica e ciências florestais até matérias orgânicas, sementes e mudas, grãos, drenagem, economia e gestão. Qualidade e processamento da produção também integram o currículo. O aluno acompanha atividades do setor agrícola no campo.

Entre as disciplinas mais comuns no bacharelado, estão botânica, sociologia rural, bioquímica, microbiologia, topografia, ecologia e mecanização agrícola.

O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.

Duração média: 5 anos.

O curso tecnólogo traz disciplinas como solo, topografa e irrigação, além de química, biologia, física e administração. Entre as matérias específicas estão extensão rural e sistemas de produção sustentável. Em alguns cursos, as disciplinas são voltadas às características socioeconômicas da região em que é oferecido.

Duração média: 3 anos.

LEITURAS INDICADAS:

Agroecologia: Princípios e Técnicas para uma Agricultura Orgânica Sustentável, da Embrapa

Agroecologia no Brasil: História, Princípios e Práticas, de Manoel Baltasar Baptista da Costa

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado