logo-ge

Engenharia Acústica

É o ramo da engenharia voltado para o desenvolvimento de sistemas eletroacústicos e o controle da intensidade de ruídos e vibrações

É o ramo da engenharia voltado para o desenvolvimento de sistemas eletroacústicos, como microfones e alto-falantes, e o controle da intensidade de ruídos e vibrações.

Este engenheiro entende dos mecanismos de produção, transmissão e recepção do som, e está apto a projetar ambientes de forma a manter os ruídos em um nível razoável visando ao conforto e ao bem-estar das pessoas presentes no local. Tais ambientes podem ser uma sala de cinema, um estúdio de gravação, um automóvel, um avião ou mesmo um cômodo doméstico. Ele também cria softwares e produz equipamentos eletrônicos, como medidores de nível sonoro e audiômetros.

Pode trabalhar na acústica subaquática, dando manutenção a sonares de submarinos, ou na avaliação de ondas sísmicas. Atua, também, no controle e na fiscalização de emissão de ruídos e vibrações emitidos por qualquer tipo de equipamento doméstico, como eletrodomésticos, ou industrial, e emite laudos técnicos. Na área de acústica musical é responsável pela análise vibroacústica de instrumentos.

 

 

O que você pode fazer

Acústica de edificações Elaborar o projeto acústico de uma edificação considerando os ruídos externos. Projetar o isolamento de paredes, lajes, telhado, janelas, portas, sistemas hidráulicos e ar condicionado.

Acústica de salas Fazer o projeto arquitetônico adequado às características acústicas de auditórios, teatros, salas de aula, salas de conferências, igrejas e salas multiuso.

Acústica musical Projetar e executar análise vibroacústica de instrumentos musicais e fazer a sonorização de espetáculos.

Áudio profissional Projetar e executar correções acústicas de ambientes internos e externos. Operar som em estúdios, emissoras de rádio ou de televisão e eventos privados.

Consultoria Prestar serviços para empresas, avaliando a viabilidade socioeconômica de projetos e também assessorando obras de adequação acústica.

Controle de ruído Planejar programas de controle de ruído urbano e industrial; avaliar ruído aéreo.

Desenvolvimento de equipamentos Projetar equipamentos e dispositivos para isolamento e absorção acústica. Adequar e melhorar os aparelhos já existentes.

Eletroacústica Criar aparelhos que captem ou reproduzam sinais acústicos por meios eletrônicos, como microfones e alto-falantes.

Vibrações Projetar e executar sistemas de controle de vibrações em estruturas de edificações, máquinas i industriais e veículos (carros, trens, ônibus, aviões, helicópteros etc.).

Mercado de Trabalho

Como ainda se trata de um curso novo – a primeira turma formou-se em 2014 – as perspectivas são boas, pois há pouca mão de obra especializada. A norma 15.575 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que determina os requisitos mínimos de qualidade nas construções, elevou a demanda pelo bacharel para projetar a acústica de edificações. Mas existe procura em outros setores.

“Os formandos estão sendo requisitados por empresas especializadas em soluções acústicas e pela área de silenciadores na indústria mecânica. Podem também atuar de forma autônoma, com escritório próprio”, conta Dinara Paixão, coordenadora do bacharelado em Engenharia Acústica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul.

Prefeituras contratam esse engenheiro para elaborar e executar políticas públicas de mitigação do ruído. São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul concentram as maiores oportunidades, mas há mercado também em outros países. Portugal e Singapura oferecem boas oportunidades para os profissionais brasileiros, de acordo com a professora da UFSM.

Curso

A grade curricular mescla matérias da área das Ciências Exatas com as de Engenharia. Prepare-se para uma avalanche de matemática e física. Até o quinto semestre, o estudante aprende geometria descritiva, física, química, cálculo, estatística, álgebra linear e equações diferenciais. Ao mesmo tempo, tem aulas de música para engenharia acústica, ciências dos materiais, ruídos e vibrações, termodinâmica e circuitos elétricos.

Os últimos semestres são bem direcionados à profissão. Neles o aluno estuda eletroacústica, processamento digital de sinais e sonorização, entre outras técnicas de gravação. Para obter o diploma, são obrigatórias a apresentação de um trabalho de conclusão de curso e a realização de estágio.

Duração média: 5 anos.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado