logo-ge

Gerontologia

É a ciência que estuda o processo de envelhecimento humano com atenção às necessidades físicas, emocionais e sociais que surgem com a idade

É a ciência que estuda o processo de envelhecimento humano com atenção às necessidades físicas, emocionais e sociais que surgem com a idade. Este bacharel planeja e organiza projetos que visam ao bem-estar do idoso e à melhoria de sua qualidade de vida. Além de dimensionar os problemas, ele assiste pessoas da terceira idade, atuando também no combate ao preconceito e a atos considerados inapropriados de famílias e organizações assistenciais.

Também é habilitado a trabalhar com grupos que necessitam de cuidados especiais, como as pessoas que apresentam problemas mentais e moradores de rua. Este profissional serve como elo entre os médicos especialistas em geriatria e os que atuam na atenção básica.

Fique de Olho

UM MUNDO COM MAIS IDOSOS
No Brasil e no mundo, o número de crianças e jovens vem diminuindo em relação à população acima dos 30 anos, especialmente de idosos. Segundo o Fundo da População das Nações Unidas (UNFPA), em 1950, os jovens representavam 34% da população; hoje correspondem a apenas 25%. Por outro lado, os idosos, que atualmente equivalem a 12% dos habitantes do planeta, devem chegar a 21% em 2050. Dois fatores explicam essa tendência: menor taxa de fertilidade (as mulheres passaram a ter menos filhos) e maior longevidade (as pessoas vivem mais anos), graças aos avanços da medicina, à implantação de políticas públicas de saúde e a melhores condições nutricionais e sanitárias, que reduzem a taxa de mortalidade.

O que você pode fazer

Apoio familiar Atuar no aconselhamento e orientação psicológica de familiares a fm de elevar a qualidade de vida dos idosos.

Atendimento Integrar equipes multiprofissionais em hospitais e clínicas geriátricas para realizar a avaliação ampla do idoso e de seu contexto social.

Capacitação Preparar cuidadores de idosos – ocupação reconhecida pelo Código Brasileiro de Ocupações.

Gestão Trabalhar na administração de instituições que prestam serviços à população idosa.

Planejamento Elaborar, promover e coordenar ações para informar a população sobre os cuidados específicos com os idosos. Propor projetos e políticas públicas para solucionar os problemas da terceira idade, levando em conta as principais doenças e os fatores sociopolíticos e culturais.

Docência e pesquisa Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Mercado de Trabalho

O envelhecimento da população e a maior expectativa de vida abrem oportunidades de trabalho para os profissionais especializados no atendimento a idosos. ONGs que atuam na melhoria da qualidade de vida da terceira idade são um campo em evolução. O bacharel também é demandado para ministrar cursos para qualificação de profissionais de saúde sobre o processo de envelhecimento e para trabalhar em programas educativos e de promoção à saúde do idoso conduzidos pelos planos de saúde, em hospitais de cuidados paliativos e em residenciais para idosos.

O atendimento domiciliar é um segmento que ainda deve crescer no país, abrindo mais oportunidades a este profissional. Em 2015, a profissão de gerontólogo foi reconhecida pelo Ministério do Trabalho, o que significa uma formalização da prática. Mas a regulamentação ainda precisa ser aprovada no Senado e sancionada pela Presidência da República.

As regiões Sul e Sudeste concentram as melhores oportunidades, mas a demanda cresce em outras regiões. “Temos recebido aqui na USP visita de gestores de empresas de outros estados, como Minas Gerais, Amazonas e Rio Grande do Sul, que prestam serviços na área de gerontologia. Isso mostra que há interesse pelo profssional em outros estados do Brasil”, afirma Rosa Yuka Sato Chubaci, coordenadora do curso de Gerontologia da USP.

Curso

Apenas duas instituições oferecem este bacharelado no país. O currículo é dividido em áreas temáticas, como biológicas e sociais, fundamentos para atuação na área de saúde, assistência ao idoso e administração relacionada a programas e serviços de saúde. Assim, você estuda disciplinas como psicogerontologia, epidemiologia e biologia do  envelhecimento, trabalho e envelhecimento e direitos humanos e envelhecimento. Também compõem a grade curricular o cuidado gerontológico e políticas e programas de saúde do idoso. No último ano, é exigida a realização de estágios e de um trabalho de conclusão de curso.

Duração média: 4 anos.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado