Assine com até 65% de desconto

Meteorologia

Este bacharel estuda a atmosfera da Terra e seus fenômenos, para entender os processos físicos e químicos que determinam as condições atmosféricas

Por Redação Atualizado em 22 Maio 2019, 16h49 - Publicado em 30 Maio 2012, 15h11
GE/Guia do Estudante

Este bacharel estuda a atmosfera da Terra e seus fenômenos, para entender os processos físicos e químicos que determinam as condições atmosféricas nas mais variadas escalas espaciais e temporais, desde a turbulência local até a circulação oceânica.

O meteorologista analisa dados relativos a ventos, chuvas, insolação, temperatura e umidade do ar, para prever o tempo nas diversas regiões do planeta. Também interpreta gráficos, imagens de satélites e radares, usando mapas e programas específicos de computador, além de avaliar a poluição do ar a fim de prever sua dispersão.

O que você pode fazer

Agrometeorologia: elaborar boletins do tempo para empresas e produtores rurais, definindo a época mais adequada para o plantio e a colheita de safras agrícolas.

Área operacional: estudar as condições climáticas para orientar o tráfego aéreo e marítimo.

Biometeorologia: pesquisar a relação entre a vida animal e vegetal e a atmosfera, para prevenir e reduzir alterações climáticas. Estudar as relações entre doenças e o clima.

Climatologia: analisar imagens de satélites e construir modelos numéricos em computadores para determinar as condições de tempo e prever o clima.

Hidrometeorologia: estudar o regime das águas das chuvas e dos rios para prevenir enchentes.  

Instrumentação meteorológica e ambiental: projetar, construir e operar equipamentos empregados na meteorologia.  

Meteorologia ambiental: estudar a poluição atmosférica e as condições climáticas em que os poluentes se concentram e se dispersam e o conforto ambiental em áreas públicas.  

Previsão do tempo: fazer a previsão do tempo para jornais, rádio, TV ou websites, ou prestar assessoria a agências e empresas do setor da construção civil e do turismo.  

Radiometeorologia: estudar as influências meteorológicas na área de telecomunicações para evitar interferências na transmissão e na captação de ondas.

  • Mercado de Trabalho

    Como há poucos cursos de meteorologia no Brasil, o mercado carece do profissional. Sua atuação vai muito além da previsão do tempo. A preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas têm elevado a procura pelo graduado. Outros campos em evolução são a de operação de radares e de energia eólica e solar.

    O bacharel também atua no gerenciamento e na medição da poluição atmosférica e trabalha em aeroportos, prevendo condições atmosféricas para pousos e decolagens.

    Um campo recente e que vem crescendo é o de desenvolvimento de novas tecnologias associadas à meteorologia, como aplicativos para previsão do tempo e sistemas computacionais que simulam mudanças na atmosfera. As vagas estão principalmente em empresas de meteorologia, mas crescem as oportunidades no setor público.

    Os ministérios da Marinha e da Aeronáutica, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária e o Instituto Nacional de Meteorologia são tradicionais empregadores. Companhias de saneamento ambiental e empresas de geração e transmissão de energia elétrica também contratam meteorologistas.

    Quem se dedica à meteorologia ambiental encontra perspectivas animadoras em secretarias estaduais e municipais de Meio Ambiente. Empreendimentos do setor agrícola também carecem de profissionais. A Região Sudeste se destaca como um grande polo de absorção desse profissional, principalmente o eixo Rio-São Paulo.

    Curso

    Os dois primeiros anos são voltados para as matérias básicas, e, por isso, você pode esperar muitos cálculos em aulas de física e matemática. As disciplinas específicas incluem meteorologia física, climatologia, agrometeorologia e sensoriamento remoto.

    Há muitas atividades em laboratórios, nas quais o aluno desenvolve intenso treinamento empregando técnicas de previsão do tempo e se familiarizando com o uso de radares, satélites e sensores meteorológicos.

    A realização de estágio e a apresentação de um trabalho de conclusão de curso são obrigatórias.

    Duração média: 4 anos.

    Outro nome: Ciên. Atmosféricas.

     

    Legenda:

    Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

    ★★★★★ - Excelente

    ★★★★ – Muito bom

    ★★★ - Bom

    CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

    O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

    Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

    $ - Até 500,00 reais

    $$ - De 500,01 a 750,00 reais

    $$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

    $$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

    $$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

    n/i - Valor não informado

    Você também pode se interessar por:

    Publicidade