logo-ge

Obstetrícia

É o conjunto de técnicas e conhecimentos empregados no cuidado de gestantes, parturientes, recém-nascidos e seus familiares

É o conjunto de técnicas e conhecimentos empregados no cuidado de gestantes, parturientes, recém-nascidos e seus familiares. O objetivo é garantir a normalidade no nascimento das crianças e a qualidade de vida da mulher. Obstetrizes atendem às gestantes e, depois, às mães e aos recém-nascidos, durante o período neonatal – os primeiros 28 dias de vida. Atuam em postos e unidades básicas de saúde, hospitais, maternidades, casas de parto e clínicas, tanto do setor privado como do público. Estes profissionais estão habilitados a realizar parto normal com uma equipe médica ou mesmo sozinhos.

O que você pode fazer

Acompanhamento no pós-parto Verificar a recuperação da parturiente durante o primeiro mês após o parto. Orientar sobre amamentação, métodos contraceptivos, adaptação da criança e planejamento familiar.

Apoio familiar Orientar maridos sobre a importância da divisão de responsabilidades, as dificuldades que a gestante possa passar e como lidar com o bebê nos primeiros dias de vida.

Atendimento a recém-nascidos Acompanhar o bebê durante o período neonatal, para verificar alimentação, estatura, peso e eventuais problemas de saúde.

Partos Realizar partos normais em domicílio, clínicas e hospitais, sozinho ou com a equipe médica.

Pré-natal Acompanhar e orientar física e emocionalmente a gestante durante toda a gravidez, realizar procedimentos de consultório, como pesagem e medição da pressão arterial, e solicitar exames para verificar as condições da mãe e do bebê.

Saúde da mulher Preparar a paciente para exames ginecológicos em laboratórios de análises clínicas.

Mercado de Trabalho

A profissão foi regulamentada em 2013, o que abriu a possibilidade de contratação na rede pública de saúde. Como só a Universidade de São Paulo (USP) oferece o curso, ainda há poucos profissionais no mercado. De acordo com levantamento do Conselho Federal de Enfermagem, existem apenas 322 obstetrizes no país, e a maioria se encontra no estado de São Paulo. Com isso, a chance de inserção é grande.

O profissional encontra trabalho em casas de parto ou centros obstétricos de hospitais públicos e privados, principalmente da Grande São Paulo. Uma parte ainda trabalha por conta própria, orientando mulheres durante toda a gestação e acompanhando o parto. O programa Rede Cegonha, do governo federal, lançado em 2011, também é responsável por aumentar a demanda por esses profissionais. Obstetrizes do Rede Cegonha trabalham em parceria com outros profissionais para garantir a atenção à mulher, aos recém-nascidos e bebês, em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

Curso

O curso tem matérias da área de Biológicas, como bioquímica, genética e farmacologia, e outras específicas, como assistência à mulher no período reprodutivo, mudanças fisiológicas na gravidez e desenvolvimento fetal. Há matérias voltadas para o aspecto social, como psicologia da mulher e políticas dos programas de saúde. A partir do terceiro ano, o aluno já começa a fazer estágios. Não há obrigatoriedade de apresentação de um trabalho de conclusão de curso, mas os alunos precisam cumprir créditos com atividades complementares, como projetos de iniciação científica, de extensão, monitorias e participação em eventos científicos.

Duração média: 4 anos.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado