logo-ge

Optometria

É a aplicação de técnicas específicas para identificar problemas de acuidade visual, como miopia, hipermetropia e astigmatismo

É a aplicação de técnicas específicas para identificar problemas de acuidade visual, como miopia, hipermetropia e astigmatismo. Diferentemente do oftalmologista, que trata das doenças do olho e da visão, o optometrista é o profissional do cuidado primário da visão. Ele realiza exame de avaliação e detecta distúrbios visuais e suas causas, para então encaminhar o paciente para o médico especialista.

Aplicando os conhecimentos que tem sobre a fisiologia dos olhos, prescreve exercícios e orienta pacientes em relação ao uso de lentes ou óculos que corrigem e compensam as deficiências visuais. Também é sua competência a montagem de óculos e a confecção de lentes de contato. Atua em ópticas, empresas, escolas, hospitais e clínicas, no geral, em parceria com outros profissionais.

O que você pode fazer

Exames Realizar exames de avaliação, detectando distúrbios visuais.

Orientação Prescrever exercícios e orientar pacientes em relação ao uso de lentes ou óculos.

Recursos ópticos Montar óculos e confeccionar lentes de contato.

Mercado de Trabalho

Os recém-formados têm encontrado colocação imediata, segundo a professora Márcia Regina Pinez Mendes, coordenadora do curso da Universidade Braz Cubas, em Mogi das Cruzes (SP). A maior demanda está em clínicas especializadas, em que o tecnólogo é contratado para ensinar o portador de baixa visão a usar lentes, lupas e outros recursos ópticos. Empresas de óptica também procuram o profissional para atuar no setor comercial.

Novas áreas de atuação voltadas ao atendimento de públicos específicos, como as optometrias desportiva (dirigida a atletas), pediátrica (crianças), geriátrica (idosos) e ocupacional (em ambientes de trabalho), tendem a aumentar a procura pelos formados.

A Região Sudeste, em especial as periferias das grandes cidades, concentra a maior parte das oportunidades de emprego e o maior número de profissionais – 1 para 8 mil habitantes. Há escassez de tecnólogos no Norte (1 profissional para 30 mil habitantes) e no Nordeste (1 para 20 mil habitantes).

Curso

O currículo do bacharelado contempla disciplinas básicas da área de saúde (como anatomia geral, fisiologia, patologia, microbiologia) e específicas (como morfofisiologia ocular e farmacologia ocular). Além das disciplinas de optometria, o aluno também aprende sobre neurociência, epidemiologia e saúde pública. É obrigatório fazer estágio e apresentar o trabalho de conclusão de curso (TCC).

Duração média: 5 anos.

 

O curso tecnológico tem uma grade curricular bem focada na área de óptica. Desde o primeiro semestre, os alunos já têm noções de anatomia ocular, bioquímica da visão, fisiologia ocular e óptica física e geométrica. Depois, o currículo ganha outras disciplinas, como semiologia ocular, farmacologia aplicada à optometria, baixa visão, contatologia, ortóptica, ergonomia da visão e optometria pediátrica. Para se formar, o aluno precisa entregar um trabalho de conclusão de curso e realizar um estágio.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Óptica e Optometria.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado