logo-ge

Produção Fonográfica

Este graduado atua na produção e na gravação de músicas e outros produtos fonográficos, como livro falado, vinhetas e efeitos sonoros

Este graduado atua na produção e na gravação de músicas e outros produtos fonográficos, como livro falado, vinhetas e efeitos sonoros. Ele cuida de todas as etapas da produção musical, desde o planejamento do álbum até a edição final das canções, passando pela seleção das músicas e a definição dos arranjos.

Pode atuar também como produtor executivo, fazendo pesquisa de mercado e cuidando da difusão ou comercialização da obra. Também cria trilhas e efeitos sonoros para eventos, filmes, desfiles, comerciais de rádio e TV ou websites.

Tradicionalmente, atuava em produtoras, gravadoras e estúdios. Hoje é mais comum trabalhar para os artistas.

Fique de Olho

PRODUÇÃO DE MÚSICA ELETRÔNICA

A Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo (SP), oferece o curso de Produção Musical e Produção de Música Eletrônica, que forma o DJ profissional. Ele cria e grava jingles e trilhas sonoras e seleciona repertório para filmes,  comerciais, vinhetas de TV, sites de internet e jogos virtuais.

Por meio de técnicas de manipulação de áudio, esse tecnólogo compõe, arranja e grava peças musicais no computador, com softwares que simulam os instrumentos musicais reais. No Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, o curso de Produção Fonográfica (música, tecnologia e inovação) tem um de seus quatro módulos dedicado ao tema.

Mercado de Trabalho

O mercado fonográfico mudou radicalmente na última década. “Antes o produtor era um profissional contratado das gravadoras”, diz o maestro Carlos Lima, coordenador do curso de Produção Fonográfica do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

“Cabia a ele descobrir novos talentos nos quais a gravadora iria investir. Hoje não existe mais  quase nenhum artista que seja empregado da gravadora, que passou a comprar trabalhos prontos, tornando-se uma distribuidora de músicas. Consequentemente, não precisam do produtor fonográfico.”

A maioria dos produtores hoje trabalha por conta própria e participa de diferentes projetos. Segundo Lima, há um bom campo para produtores  especializados no mercado sertanejo, que não para de crescer.

Curso

O curso prepara o profissional para trabalhar com uma pluralidade de linguagens e técnicas. Fornece base sobre softwares e equipamentos digitais e analógicos, usados para o registro sonoro, a edição, a mixagem e a pós-produção musical. A parte técnica do currículo inclui aulas práticas em estúdio de gravação e laboratório de música eletrônica. Técnicas de gravação, processamento de áudio e acústica ao ar livre e em estúdios integram a grade curricular. O aluno recebe, ainda, noções de legislação, marketing, divulgação e distribuição de música.

Duração média: 2 anos.

Outro nome: Mús., Tecnol. e Inovação.

 

Legenda:

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado