Assine com até 65% de desconto

Quiropraxia

Trata e previne doenças dos sistemas nervoso, muscular e esquelético por meio de terapia manual, principalmente a manipulação das articulações

Por Redação Atualizado em 30 jul 2020, 20h13 - Publicado em 8 jun 2012, 18h18
GE/Guia do Estudante

Tudo sobre Quiropraxia 

Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde, quiropraxia é a área da saúde que trata e previne doença dos sistemas nervoso, muscular e esquelético por meio de terapia manual, principalmente a manipulação das articulações. 

Além disso, cabe ao quiroprata diagnosticar e fazer o tratamento da má posição das articulações, que interferem na função normal de músculos e nervos. 

Ele trata, por exemplo, de hérnia de disco, alteração postural,  dor nas costas ou de cabeça, problemas nas articulações como punho, cotovelo joelho e ombro, e restrições de movimento. Para isso, faz uso de exercícios físicos, reeducação postural e manipulação articular. 

O quiroprata pode trabalhar em parceria com fisioterapeutas e encaminhar o paciente para tratamento com um ortopedista, reumatologista ou neurologista.

O que você pode fazer

O que faz o quiroprata? Quais são suas áreas de atuação?

Por ser uma profissão relativamente nova, suas atuações ainda são bem específicas e pontuais - mas super importantes.

Clínica: atua na prevenção e no tratamento de distúrbios neuro-músculo-esqueléticos, prevenindo e tratando lesões esportivas ou causadas por esforço de repetição, em empresas.

Docência e pesquisa: ministra aulas, estágios e orienta projetos de pesquisa.

Mercado de Trabalho

Quais são as principais funções de quem atua na área de quiropraxia?

A área clínica é a mais aquecida. Isso porque o profissional atua principalmente no combate à dor, mal que acomete 37% da população, sendo em sua maioria mulheres, segundo estudo da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Profissionais que trabalham com movimentos repetitivos também podem estar entre os principais afetados. 

A maioria dos bacharéis atende em clínicas particulares multidisciplinares ou abre seu próprio consultório. Nas empresas, o quiroprata é contratado para cuidar da prevenção de doenças ocupacionais dos funcionários. É sua responsabilidade, por exemplo, lidar com as lesões por esforços repetitivos (LERs).

Atua também em academias e clubes tratando de lesões esportivas. A maior parte dos diplomados do país, segundo dados da Associação Brasileira de Quiropraxia (ABQ), está concentrada nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul, onde são ministrados os dois únicos bacharelados na área.

Há procura pelo profissional em todas as capitais, especialmente nas do Sul e do Sudeste, regiões onde as faculdades que oferecem o curso se encontram. São também regiões onde há maior incidência de grandes empresas e, consequentemente, funcionários que sofrem com movimentos repetitivos. 

Média salarial

O salário médio da profissão fica entre R$1.457,87 e R$3.409,20, de acordo com uma pesquisa feita pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e contribuição do portal Salário.com. O estudo levou em consideração profissionais CLT, ou seja, com carteira de trabalho assinadas. O valor do salário do profissional autônomo pode variar. 

  • Curso

    O que estuda? Quais são as matérias?

    O curso de Quiropraxia aborda principalmente o tratamento das disfunções das articulações humanas por meio de procedimentos manuais chamados ajustes quiropráticos. Para isso, há muito treinamento prático, normalmente feito na clínica da escola.

    Grade curricular

    Na parte teórica, os alunos estudam disciplinas como anatomia, fisiologia, fisiopatologia da coluna cervical e biomecânica do movimento. A partir do sexto semestre, começa o estágio supervisionado, que oferece atendimento à comunidade. É obrigatório apresentar um trabalho de conclusão de curso para se formar.

    Há somente duas universidades no Brasil que oferecem o curso. Uma é a Anhembi Morumbi, em São Paulo (SP). A outra é a Universidade Feevale, em Novo Hamburgo (RS). A oferta de cursos internacionais em países como Canadá, Estados Unidos e Austrália é maior, pois a profissão é exercida há mais tempo por lá. 

    Nota de corte

    Para entrar na Universidade Feevale, que usa o Sisu em seu processo de admissão, a nota de corte é a de 614.52. A Universidade Anhembi Morumbi possui critérios técnicos internos, sob regime de admissão específico para ela.

    Tempo de curso: 5 anos.

    LEITURA INDICADA:

    Os Fundamentos da Quiropraxia de McTimoney  -  Elizabeth Andrews, Anthea Courtenay

    Quiropraxia - Uma Profissão Na Área Da Saúde - Chapman-Smith David

     

    Legenda:

    Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

    ★★★★★ - Excelente

    ★★★★ – Muito bom

    ★★★ - Bom

    CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

    O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

    Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

    $ - Até 500,00 reais

    $$ - De 500,01 a 750,00 reais

    $$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

    $$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

    $$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

    n/i - Valor não informado

    Você também pode se interessar por:

    Publicidade