logo-ge

Radiologia

Opera equipamentos de diagnóstico por imagem que produzem radiografias convencionais ou digitais, empregados na área médica, na industrial e de engenharia

(GE/Guia do Estudante)

Este tecnólogo opera equipamentos de diagnóstico por imagem que produzem radiografias convencionais ou digitais, usados tanto na área médica quanto na industrial e de engenharia.

Na Medicina, as imagens ajudam a identificar alterações e patologias em órgãos internos do corpo, em exames de raio-X ou de ressonância magnética, por exemplo.

Em Engenharia, o tecnólogo usa os aparelhos para rastrear estruturas metálicas e tubulações de edifícios escondidas sob o concreto ou a fuselagem de aeronaves, com o objetivo de localizar e corrigir defeitos na construção de aviões.

Na indústria farmacêutica e na alimentícia, esse profissional atua com físicos e engenheiros de alimentos na operação de fontes radioativas empregadas na esterilização de medicamentos e alimentos. Ele pesquisa melhorias na qualidade das imagens e a segurança dos aparelhos. A fim de exercer a profissão é necessário fazer o registro no Conselho regional de Técnicos em Radiologia.

 

Veja também

Mercado de Trabalho

A maior parte dos tecnólogos atua em laboratórios de análises clínicas e hospitais. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da saúde, recomenda a contratação de profissionais com essa formação a fim de garantir a qualidade dos serviços de diagnóstico por imagem e a segurança dos pacientes e de quem opera as máquinas.

Outro motivo para o bom momento do setor é a popularização dos planos de saúde, que fez crescer a procura por exames como mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Houve impactos positivos também na radiologia odontológica e na área de radiologia industrial. Este profissional pode trabalhar em setores como papel e celulose, petrolífero, automobilístico, aéreo, naval e civil.

Outra área em expansão é a radiologia veterinária. Até há alguns anos, essa tecnologia era mais usada em fazendas para atendimentos a animais de grande porte, mas hoje é comum em clínicas e hospitais veterinários em centros urbanos para atender animais de pequeno porte.

As regiões sul e sudeste concentram a maior procura, mas ela tem aumentado no Nordeste, onde o profissional é solicitado para atuar no serviço público. O salário em uma empresa grande pode variar entre R$1.917,11 a R$4.680,45, segundo levantamento do Trabalha Brasil.

Curso

O curso começa com disciplinas como biologia e anatomia, além de matérias mais sociais como ética, psicologia e biossegurança. As áreas de informática e gestão ocupam boa parte da carga horária. Estudam-se competências para realizar exames de radiologia convencional, tomografia computadorizada e mamografia, entre outros, além de manipular softwares usados nas estações de trabalho.

Há um terceiro grupo de disciplinas, relacionado com a física radiológica, em que se ensinam as propriedades da radiação que viabilizam a produção da imagem e a aplicação de campos magnéticos. O trabalho de conclusão e o estágio são obrigatórios.

Duração média: 3 anos.

Outro nome: Radiologia Médica

 

LEITURA INDICADA:

Fundamentos de Radiologia: Diagnóstico por Imagem - William E. Brant, Clyde A. Helms

















( function() { var func = function() { var iframe_form = document.getElementById('wpcom-iframe-form-0745d802156235b848d278b715fd8e72-5f0ed2eda130d'); var iframe = document.getElementById('wpcom-iframe-0745d802156235b848d278b715fd8e72-5f0ed2eda130d'); if ( iframe_form && iframe ) { iframe_form.submit(); iframe.onload = function() { iframe.contentWindow.postMessage( { 'msg_type': 'poll_size', 'frame_id': 'wpcom-iframe-0745d802156235b848d278b715fd8e72-5f0ed2eda130d' }, window.location.protocol + '//wpcomwidgets.com' ); } }

// Autosize iframe var funcSizeResponse = function( e ) { var origin = document.createElement( 'a' ); origin.href = e.origin;

// Verify message origin if ( 'wpcomwidgets.com' !== origin.host ) return;

// Verify message is in a format we expect if ( 'object' !== typeof e.data || undefined === e.data.msg_type ) return;

switch ( e.data.msg_type ) { case 'poll_size:response': var iframe = document.getElementById( e.data._request.frame_id );

if ( iframe && '' === iframe.width ) iframe.width = '100%'; if ( iframe && '' === iframe.height ) iframe.height = parseInt( e.data.height );

return; default: return; } }

if ( 'function' === typeof window.addEventListener ) { window.addEventListener( 'message', funcSizeResponse, false ); } else if ( 'function' === typeof window.attachEvent ) { window.attachEvent( 'onmessage', funcSizeResponse ); } } if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); /* compat for infinite scroll */ } else if ( document.addEventListener ) { document.addEventListener( 'readystatechange', function(){ if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); } }, false ); } else if ( document.attachEvent ) { document.attachEvent( 'onreadystatechange', func ); } } )();

Radiologia básica: Aspectos Fundamentais  - William Herring

















( function() { var func = function() { var iframe_form = document.getElementById('wpcom-iframe-form-56c1db265db4be47c6a0c645c15d77ca-5f0ed2eda17b8'); var iframe = document.getElementById('wpcom-iframe-56c1db265db4be47c6a0c645c15d77ca-5f0ed2eda17b8'); if ( iframe_form && iframe ) { iframe_form.submit(); iframe.onload = function() { iframe.contentWindow.postMessage( { 'msg_type': 'poll_size', 'frame_id': 'wpcom-iframe-56c1db265db4be47c6a0c645c15d77ca-5f0ed2eda17b8' }, window.location.protocol + '//wpcomwidgets.com' ); } }

// Autosize iframe var funcSizeResponse = function( e ) { var origin = document.createElement( 'a' ); origin.href = e.origin;

// Verify message origin if ( 'wpcomwidgets.com' !== origin.host ) return;

// Verify message is in a format we expect if ( 'object' !== typeof e.data || undefined === e.data.msg_type ) return;

switch ( e.data.msg_type ) { case 'poll_size:response': var iframe = document.getElementById( e.data._request.frame_id );

if ( iframe && '' === iframe.width ) iframe.width = '100%'; if ( iframe && '' === iframe.height ) iframe.height = parseInt( e.data.height );

return; default: return; } }

if ( 'function' === typeof window.addEventListener ) { window.addEventListener( 'message', funcSizeResponse, false ); } else if ( 'function' === typeof window.attachEvent ) { window.attachEvent( 'onmessage', funcSizeResponse ); } } if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); /* compat for infinite scroll */ } else if ( document.addEventListener ) { document.addEventListener( 'readystatechange', function(){ if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); } }, false ); } else if ( document.attachEvent ) { document.attachEvent( 'onreadystatechange', func ); } } )();

Legenda:

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado