Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Entenda como é a redação da Fuvest

Será que a redação da Fuvest é mesmo esse bicho de sete cabeças? Confira o que os corretores esperam dos candidatos que fazem a prova

Por Redação Online
Atualizado em 25 ago 2022, 10h46 - Publicado em 25 ago 2022, 10h40

Que tal ter a sua redação corrigida? Ao final desse texto, você encontra um cupom de 20% de desconto para usar na plataforma Redação Online.

Como é o dia da prova de redação da Fuvest

Treinar para a prova de redação inclui saber como vai ser o dia em que ela é aplicada – afinal, a tranquilidade garante a você uma boa parte da nota!

A prova de redação da Fuvest ocorrerá na segunda fase do vestibular, junto com a avaliação de português. 

Das cinco horas de prova, sobram aproximadamente duas para fazer a redação. Professores avaliam que duas horas é um bom tempo para quem está treinado. Será, então, que a dificuldade tem a ver com as exigências da Fuvest?

O que é exigido na prova de redação da Fuvest?

Aqui também não tem nada de imprevisível: a redação da Fuvest será, obrigatoriamente, uma dissertação argumentativa, escrita em português. O formato tem sido esse há muitos anos, mas é sempre recomendado que o candidato confira o manual da Fuvest antes do vestibular. 

O que a Fuvest valoriza na redação?

É bom saber o que a banca da Fuvest gosta de ver na redação. Para ela o importante é que você saiba…

  • Dar seu ponto de vista sobre o tema;
  • Mostrar que tem na memória todo tipo de conhecimento aprendido ou experiências vividas que possam justificar sua opinião;
  • Argumentar de forma que faça sentido. Isso quer dizer, de forma coerente;
  • Argumentar de maneira que justifique sua opinião;
  • Consiga fazer ligações eficientes entre ideias – ou seja, entre frases e parágrafos; 
  • Consiga se expressar claramente, usando a gramática correta; 
  • Consiga usar a linguagem adequada para quem vai ler a redação.

Se você treina a dissertação argumentativa, não há nada de tão difícil nessas exigências, concorda? Quem sabe, então a dificuldade seja acertar os critérios usados pelos corretores… vamos conferir?

Continua após a publicidade

O que o corretor da Fuvest vai analisar na sua redação 

São apenas três critérios que a Fuvest usa para analisar uma redação.

1. Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo

Aqui as perguntas que o corretor vai se fazer são estas:

  • Esta redação é mesmo uma dissertação argumentativa?
  • Ela fala sobre o tema proposto?

Se você é um candidato da fuvest, acertar em cheio neste quesito exige saber interpretar os textos da coletânea, para não entender errado o que eles dizem, ou o que a própria Fuvest pede. Também é muito importante que você saiba relacionar os textos entre si, e não fazer de conta que eles não estão lá.

Você deve estar se perguntando: “mas como eu uso os textos fornecidos sem copiar?”

Continua após a publicidade

Bem, copiar trechos dos textos fornecidos por si só não é um problema, mas você precisa ter motivos para isso e fazê-lo de forma adequada. A própria Fuvest não recomenda que você recorra desta forma à coletânea, mas não afirma que você perderá pontos por isso.

Nossa dica é: imagine que você está conversando com um colega seu; você repetiria o que ele diz? Como você menciona o que seu colega diz sem repetir? Faça do mesmo jeito na redação – fica perfeito! 

Aqui, explicamos como os recursos de aspas ou paráfrase podem ser adequados neste caso!

Você também precisa ficar atento para selecionar adequadamente as informações que insere na sua redação – do contrário, ela pode não ter a ver com suas explicações ou sua opinião.

Para verificar se a sequência das ideias está correta, nossa dica é a seguinte: confira se a passagem de uma ideia para outra parece um “salto”. Se parecer, ali tem algo errado. Você não quer que o corretor tenha de voltar para reler trechos na sua redação, certo? 

Continua após a publicidade

Por fim, tem mais um detalhe: para a Fuvest, é absolutamente fundamental que você pense de forma crítica, quer dizer, mostrando que sabe analisar vários ângulos do tema e a partir disto defendendo seu ponto de vista.

E atenção: não corra o risco de acabar escrevendo uma dissertação expositiva, em que você passa todo o texto apenas colando dados e informações sobre o tema. Mostre o que você acha desses dados e dessas informações! 

Pode até parecer difícil, mas é apenas uma questão de treino.

+ Como desenvolver a redação da Fuvest se o tema for abstrato

2. Coerência dos argumentos e articulação das partes do texto

Continua após a publicidade

Neste critério, o corretor vai analisar os seguintes aspectos do seu texto:

  • Os argumentos e as opiniões são coerentes? 
  • A coesão textual está adequada – quer dizer, as frases e os parágrafos estão bem ligados?
  • Nota-se que o candidato sabe relacionar as ideias entre si e tirar conclusões adequadas?
  • O candidato sabe planejar bem o texto?

Para que sua redação se dê bem neste critério, fique atento a contradições entre frases ou parágrafos, que na hora da tensão passam despercebidas. Também verifique se há ideias repetitivas (muitos alunos não notam isso na revisão).  

Outro problema bastante comum e que é um aspecto fundamental na correção da Fuvest: a reprodução do senso comum. Por isso apareça na sua redação, mostre o que você pensa a respeito do tema de forma original. 

Já em relação à coesão, fique atento em como as ideias do texto conversam entre si. Conectivos são apenas uma forma de ligação:  ideias semelhantes e certas palavras repetidas também ajudam a construir uma coesão perfeita.

Por fim, a conclusão. Neste momento, você precisa fazer uma síntese a respeito do que foi tratado no texto. Conclusões são parágrafos simples: não inclua nelas nada que não foi falado antes, nem tente enfeitar demais.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

3. Correção gramatical e adequação vocabular

Neste último critério, o corretor vai se fazer estas duas perguntas:

  • A redação respeita a norma-padrão escrita da Língua Portuguesa?
  • Ela é clara?

Aqui é fácil: olho vivo na sua gramática (incluindo pontuação) e no vocabulário. Você estará escrevendo para um professor, por isso não force o uso de vocabulário que não usaria com ele. 

Seguindo à risca todos os pontos apresentados aqui, você saberá exatamente como desenvolver a redação da Fuvest! Agora, coloque a mão na massa: escreva seus textos e tenha o auxílio de um professor nas correções.

Este texto é fruto de uma parceria entre o GUIA DO ESTUDANTE e o Redação Online, plataforma de correção de redações. Por meio dela, você envia suas redações e recebe as correções detalhadas, de acordo com cada competência, em até 3 dias úteis! Garanta aqui o seu pacote com 20% de desconto usando o cupom GUIADOESTUDANTE20.

Publicidade
Entenda como é a redação da Fuvest
Redação
Entenda como é a redação da Fuvest
Será que a redação da Fuvest é mesmo esse bicho de sete cabeças? Confira o que os corretores esperam dos candidatos que fazem a prova

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.