logo-ge

6 vantagens dos cursos de educação a distância

Mensalidades acessíveis e flexibilidade são alguns atrativos. O Centro Universitário Senac está com inscrições abertas para o segundo semestre

Graças ao avanço da tecnologia, uma nova modalidade de ensino tem crescido em ritmo acelerado no Brasil. De 2004 a 2015, o número de alunos em cursos de educação a distância (EAD) aumentou 20 vezes, chegou a 1,39 milhão e respondeu por 17,4% das matrículas no ensino superior privado, segundo o Censo da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC).

A previsão é que o ensino superior a distância corresponda a 51% do mercado em 2023, segundo pesquisa realizada pelas empresas Sagah e Educa Insights. Com às novas diretrizes aprovadas este ano pelo MEC, o número de polos – unidades que oferecem apoio físico aos estudantes – deve aumentar a partir de agora e ajudar nessa expansão. É nesses locais que é possível fazer avaliações obrigatórias, usar a biblioteca e demais estruturas das instituições.

Já a partir deste ano, os cursos de graduação a distância do Centro Universitário Senac estarão ainda mais próximos de alunos de diferentes regiões do Brasil. Se antes a instituição oferecia dois polos na capital paulista, agora passa a ter 21, todos credenciados pelo MEC, distribuídos em dez estados e no Distrito Federal.

Está na dúvida entre um curso presencial ou a distância? Veja a seguir alguns dos benefícios oferecidos pela modalidade de EAD.

Flexibilidade de horários

Dada a dinâmica do dia a dia, o curso a distância é uma possibilidade para quem não consegue comparecer presencialmente à sala de aula ou tem um estilo de vida com muitas viagens, limitações de mobilidade ou demandas de trabalho em horários variados.

O Centro Universitário Senac oferece aos alunos de turmas presenciais, por exemplo, a possibilidade de cursar dependências a distância ou até mesmo migrar toda a graduação para a modalidade de EAD.

Mensalidades mais acessíveis

Os valores das mensalidades também costumam ser mais em conta. “Os cursos a distância são, em média, até 50% mais baratos do que os cursos presenciais no Brasil”, afirma Alcir Vilela Júnior, coordenador-geral de educação a distância do Centro Universitário Senac.

Além de pagar menos nos estudos, o aluno também tende a economizar os gastos que teria caso precisasse se deslocar até a instituição de ensino, como com alimentação fora de casa e até mesmo com materiais, pois boa parte da bibliografia pode ser consultada on-line. O Centro Universitário Senac oferece aos estudantes uma biblioteca virtual com mais de 25 000 livros, além de toda a sua base digital de artigos científicos.

Mesmo nível de aprendizado

O projeto pedagógico de um curso a distância é o mesmo do presencial, é formado com a mesma perspectiva e o mesmo rigor para o desenvolvimento das competências. “Inclusive, é necessário planejamento para acompanhar as disciplinas, que têm alta carga de leitura obrigatória e complementar. A EAD propicia flexibilidade, mas isso jamais pode ser confundido com facilidade. O curso é tão rigoroso quanto o presencial”, explica Vilela.

Os alunos que optam por cursos a distância passam pela mesma avaliação desenvolvida para cursos presenciais do MEC, o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Os resultados têm sido animadores para os formandos de turmas de EAD. “No Centro Universitário Senac, os alunos que fizeram o Enade em 2015 tiveram o comportamento equivalente ou até melhor em comparação aos cursos presenciais.”

Professores especialistas

O corpo docente da modalidade de ensino a distância do Centro Universitário Senac também é o mesmo de cursos presenciais. Além disso, mais de 70% dos profissionais são mestres ou doutores. “Temos hoje cerca de 500 profissionais, e os professores de EAD pertencem a esse grupo. Há aqueles que lecionam em ambas as modalidades, enquanto outros atuam em apenas uma”, diz Vilela.

Além disso, há a figura do tutor no espaço digital, que fica permanentemente em contato com os alunos para responder questões mais simples e cotidianas. Ele exerce uma função complementar à do professor, que é o responsável por ministrar as aulas, aplicar provas, propor atividades e avaliar os estudantes. Ambos são especialistas nas áreas em que lecionam. Então, além de trazer experiências externas para os conteúdos abordados, agregam mais conhecimento ao aluno.

O diploma tem o mesmo valor

A modalidade em que o aluno concluiu o curso não costuma constar no diploma. Portanto, cursos presenciais ou a distância possuem o mesmo valor no mercado, desde que a instituição tenha autorização e seja reconhecida pelo Ministério da Educação.

Os alunos que se formam em cursos de EAD podem usar o diploma para assumir vagas que exigem qualificação, participar de concursos públicos de nível superior ou entrar em uma pós-graduação.

Intensa vivência digital

No ambiente virtual de aprendizagem, o Centro Universitário Senac oferece uma interface moderna e acessível a todos, incluindo pessoas com deficiência visual e/ou auditiva. Com isso, o estudante aprende a inserir as ferramentas digitais no seu dia a dia ao longo do curso. É possível, por exemplo, montar grupos, explorar redes de contatos e usufruir de funcionalidades únicas do ambiente virtual, como gravar uma conferência com o professor para ouvir o registro depois.

“O aluno já sai naturalmente mais preparado para o mundo digital e capacitado para se desenvolver profissionalmente com ajuda de tudo o que o ambiente virtual oferece”, afirma Vilela. Além disso, as turmas são formadas por alunos de diferentes locais do Brasil e até mesmo de outros países. “O estudante conecta-se a uma rede de contatos extremamente diversa, o que é muito importante para uma boa formação.”

Ficou interessado em participar do processo seletivo? As inscrições para o segundo semestre de 2017 estão abertas, até 13 de agosto, pelo portal EAD do Senac (link http://www.ead.senac.br/graduacao). O candidato pode escolher se deseja utilizar o Enem ou se será avaliado a partir do histórico escolar do ensino médio e por uma prova de redação complementar.