Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

7 dicas de alimentação (e uma receita) para a semana do Enem

O que você come pode fazer bastante diferença em como vai estar se sentindo no dia das provas; veja as dicas de nutricionistas para garantir que estará bem

Por Ana Prado Atualizado em 16 Maio 2017, 13h38 - Publicado em 31 out 2012, 16h00

Às vésperas de uma prova como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ter uma boa alimentação é muito importante e pode fazer a diferença. Alguns alimentos podem dar sono ou causar mal-estar (já pensou ter dor de barriga bem no dia?!), enquanto outros podem melhorar a disposição e deixar você mais alerta.

Veja uma lista com 7 dicas de nutricionistas para garantir que você esteja se sentindo bem no grande dia:

1. Evite comer muito de uma só vez – isso vai te deixar sonolento.
Em vez disso, distribua melhor as refeições ao longo do dia e evite sempre comidas pesadas. “O ideal é comer de três em três horas para evitar a queda da taxa de glicose, o que causa sonolência e dificuldade de raciocínio”, explica a chef de cozinha do Centro Europeu, Iracema Bertoco, que coordena uma oficina gastronômica para vestibulandos.

2. Tenha uma alimentação balanceada com cereais, frutas, legumes, verduras e proteínas – isso irá fortalecer seu sistema imunológico e protegê-lo contra gripes e resfriados.
Alimentos ricos em ácidos graxos, como castanhas, nozes, sardinha, atum e salmão também são ótimos para a memória e concentração.

Simone Caivano, nutricionista do Instituto Nutra e Viva, dá algumas sugestões para a hora e que bate aquela fome entre uma refeição e outra: “Para os lanches intermediários, monte combinações como iogurte com frutas; torrada integral com queijo branco ou requeijão; sanduíche de pão integral acompanhado de um copo de suco de frutas”.

Receita para a semana do Enem: Macarrão Turbinado (vale fazer de almoço em um dos dias da prova também!)
Ingredientes:
150g de macarrão integral (espaguete bem fino)
100g de iscas de carne (frango ou bovina)
½ cenoura em lascas
1/2 xícara de brócolis
½ xícara de pimentão vermelho tiras
½ cebola em tiras
1 colher (chá)de óleo de canola
1 colher (café) de gergelim torrado
1 colher de (café) de óleo de gergelim
1 colher (sopa) de amendoim ou outra castanha
sal
Preparo
Cozinhe o macarrão integral em água e sal (conforme tempo descrito na embalagem), escorra e reserve.
Em uma panela coloque o óleo e deixe a carne dourar levemente em fogo alto. Acrescente o restante dos legumes e mexa por 1 minuto apenas, para que não percam a crocância. Tempere com pouco sal e acrescente o macarrão, misture tudo e desligue o fogo. Finalize com o óleo de gergelim, o gergelim e o amendoim

(Fonte: Iracema Bertoco, Centro Europeu)

3.. Nada de baladas e bebedeiras!
Beber e passar uma noite sem dormir bem não vai trazer efeitos positivos para a sua concentração e fará seu rendimento cair. Há muitas outras maneiras legais – e saudáveis – de descansar e se distrair nesta semana. Deixe as festas apenas para comemorar o final das provas.

Continua após a publicidade

4. Tome muita água.
Procure tomar bastante água tanto na semana quanto no dia das provas. “A falta de hidratação do organismo aumenta o estresse e prejudica a função gastrointestinal”, afirma Iracema. “A água regula a temperatura corporal e é um veículo essencial para o transporte de nutrientes. Procure deixar uma garrafa com água em sua mesa de estudo para facilitar o seu acesso”, completa Simone. E prefira sucos naturais a refrigerantes ou sucos artificiais: a vitamina C presente na laranja, limão e abacaxi, por exemplo, é excelente para fortalecer seu organismo.

5. Para evitar desconforto e mal estar antes da prova, não arrisque!
Não é hora de resolver experimentar pratos ou lanchonetes novos. Já imaginou pegar uma intoxicação alimentar ou descobrir a alergia a algum alimento um dia antes de realizar a prova? “Tome cuidado na hora de escolher onde realiza as refeições; vá a lugares já conhecidos e não se esqueça de lavar bem as mãos. Evite também os alimentos clássicos da alergia: camarão, amendoim e condimentos”, aconselha Simone.

6. Para acordar com mais disposição, evite comer carne na noite que antecede a prova.
Vanessa Albacete, nutricionista clínica da LC Restaurantes, recomenda que o aluno faça uma refeição leve e vegetariana na noite anterior à prova. “Evite comer carne nesse período. A digestão das proteínas é um processo que ocorre a noite inteira, período que é também um momento de descanso, produção hormonal e recuperação do organismo. A digestão da carne consome muita energia do corpo e ele acaba não descansando tanto quanto poderia, o que pode resultar em fadiga no dia seguinte”, explica. Segundo ela, o ideal é fazer uma refeição rica em fibras e com alimentos frescos, incluindo frutas e grãos.

7. Evite energéticos na véspera da prova – é hora de relaxar
O café e as bebidas energéticas são os fortes aliados da madrugada, já que dão uma sensação de alerta e vigor. “Mas, além de haver muitas comprovações dos seus efeitos adversos, você precisa estar descansado de verdade no dia da prova. E manter-se agitado e sem noites regulares de sono não irá lhe favorecer na hora H”, afirma Simone. Além disso, quando consumidos em excesso, eles podem te deixar ainda mais ansioso.

 

LEIA MAIS:

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade