Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Aproveite as férias e fuja do estresse do vestibular

GUIA preparou três roteiros de viagem para três tipos de estudantes

Por por Daniela Kopsch Atualizado em 16 Maio 2017, 13h33 - Publicado em 12 jan 2011, 15h35

O verão e as férias chegaram faz tempo, mas tem gente que não está tão relaxado assim. O GUIA preparou três roteiros diferentes para que você possa aproveitar as férias sem virar as costas para os estudos. Confira.


 Rio de Janeiro
Para quem está esperando o vestibular ou a segunda fase

Em primeiro lugar, nada de encher a mala com livros e apostilas. O negócio é separar as roupas para a praia. Segundo o professor Hélcio Gomes, do curso pré-vestibular Miguel Couto, este é o momento de curtir a família e os amigos.

“Estamos no período ideal para uma pausa de descanso. Aproveite para diminuir o ritmo e depois voltar com tudo para os estudos, mais relaxado e disposto”, aconselha o professor.

Mas não é porque vai estar longe das apostilas que você precisa deixar o estudo de lado. O Rio de Janeiro é uma aula de História ao ar livre. Entre um mergulho e outro, dá para visitar lugares históricos e fixar alguns acontecimentos importantes que aconteceram lá.

Por exemplo, na Praça XV, no centro do Rio, fica o Paço Imperial, que já foi palácio dos reis de Portugal e sede do governo real. Foi lá que dom João VI foi coroado, dom Pedro I declarou o Dia do Fico e princesa Isabel assinou a Lei Áurea. Quem visitar o Paço Imperial hoje encontra exposições de arte e várias apresentações culturais.

– Estude: 10 exercícios sobre Brasil Império

A Quinta da Boa Vista, no bairro de São Cristóvão, foi, durante boa parte do século 19, o Palácio Real. Hoje, o lugar abriga o Museu Nacional do Brasil, que apresenta exposições de arqueologia, antropologia, zoologia, geologia, etnologia e paleontologia. Lá tem até um meteorito de mais de 5 toneladas encontrado na Bahia (quem está acompanhando os desafios de verão do GUIA já sabia dessa)!

Quem é CDF com orgulho pode matar a saudade dos livros na Biblioteca Nacional. São quase 9 milhões de obras! A Unesco a considera uma das dez bibliotecas nacionais mais importantes do mundo.

– Mais sobre Rio de Janeiro no VIAJE AQUI

Continua após a publicidade


Ouro Preto
Para quem não passou em nada, ficou um pouco desiludido, mas tem certeza da profissão que quer seguir

Uma boa marchinha poderia dizer que nenhuma desilusão resiste ao Carnaval. Se você está um pouco para baixo porque não passou no vestibular, que tal organizar uma viagem bacana para março? A sugestão do GUIA é Ouro Preto, uma das principais cidades históricas de Minas Gerais, reduto dos estudantes universitários e muito conhecida pelo seu carnaval de rua.

O plano é ficar instalado em uma república (uma rápida pesquisa na internet e você encontra várias baratinhas), fazer amigos e se aproximar da vida universitária desde já. Afinal, você não passou ainda, mas já sabe o que quer e logo, logo, vai passar.

Começando já, pois a cidade costuma lotar, dá tempo de planejar a sua hospedagem e se enturmar com o povo dos blocos universitários nas redes sociais. Os estudantes da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) são conhecidos por promover o Bloco do Caixão, que permite a participação gratuita.

“É só chegar e ir conhecendo o pessoal”, explica o estudante de Comunicação Social Luciano Gonçalves Porto, 21 anos. Ele é um dos foliões do bloco e conta que, além dos universitários locais, a cidade costuma receber estudantes do Brasil inteiro. “É muito legal essa interação. Dá pra fazer amigos de várias áreas, especialmente do meu curso”, comenta.

Aproveite para conhecer com calma a cidade, que é um importante patrimônio cultural e histórico do país, tombado pela Unesco. A melhor forma de explorar Ouro Preto é caminhando por suas ladeiras. Se der tempo, visite também outras cidades históricas, como Mariana (dá pra ir de trem maria-fumaça!), Sabará, Tiradentes e São João Del-Rei, cenários importantes da história do Brasil.

– Mais sobre Ouro Preto no VIAJE AQUI



Buenos Aires

Para quem se decepcionou, não passou em nada, terminou a escola e está perdido

Uma viagem ao exterior sempre cai bem para quem está perdido na vida. Se a grana está curta para aquele mochilão na Europa, você pode começar pela vizinhança, principalmente Argentina. Em Buenos Aires, por exemplo, você encontra clima de Europa por um preço bem mais acessível. Com a nossa moeda valorizada por lá, dá para curtir bastante. Vai que você não encontra um novo rumo na vida?

Mariana Coelho foi passar as férias de verão na capital portenha no ano passado e voltou com um plano ousado: estudar Medicina na Argentina. Durante o passeio, ela descobriu que havia algumas vantagens e se empolgou com a ideia. “É muito mais fácil de entrar no curso, já que eles não têm processo seletivo como o nosso, basta fazer um curso preparatório”, conta a futura médica.

O preço também pesou na escolha. Enquanto os cursos particulares de medicina chegam a R$ 5 mil no Brasil, Mariana paga o equivalente a R$ 500. Segundo a estudante, a qualidade do ensino é boa e tem atraído muitos brasileiros. “Na minha sala tem cerca de 150 alunos, sendo que 39 são brasileiros”, diz.

Se estudar fora não for a sua praia, curta a cidade, caminhe, conheça pessoas. Principalmente se você ficar hospedado em um hostel. Buenos Aires é uma cidade visitada por gente de todo o mundo. Não vai ser difícil trocar ideias com pessoas diferentes e descobrir novos caminhos para sua vida. Buena suerte!

– Mais sobre Buenos Aires no VIAJE AQUI

Continua após a publicidade
Publicidade