logo-ge

As 5 universidades brasileiras com melhor empregabilidade

Unicamp e UFRJ se saíram melhor em novo ranking divulgado pela consultoria britânica QS

Cinco universidades brasileiras apareceram no novo ranking mundial divulgado pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), desta vez com foco na empregabilidade dos formandos. As mais bem classificadas por aqui foram a Unicamp e a UFRJ, ranqueadas entre as posições 151º e 200º.

O Brasil é o país da América Latina com mais universidades na lista. Colômbia, México e Chile tiveram três instituições na lista e a Argentina, uma. No entanto, as brasileiras não são as mais bem avaliadas entre as latinas.

O destaque fica com o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey, no México, que ficou em 40º lugar, a PUC do Chile, que apareceu em 45º, e a Universidade de Los Andes, na Colômbia, entre as posições 71º e 80º.

A reputação da universidade entre as empresas, as parcerias com empregadores, remuneração entre os formados, presença de companhias no campus e a taxa de empregabilidade são alguns dos critérios levados em conta. A metodologia está no site da QS.

Cadê a USP?

Foi esta pergunta que EXAME.com fez à chefe de relações públicas da QS, Simona Bizzozero. O que ela explicou foi que esse ranking exige uma boa dose de colaboração das instituições participantes, já que nem todas as informações e dados em que a análise se baseia estão publicamente disponíveis. Com isso, universidades puderam optar por participar ou não.

“Algumas universidades precisavam de mais tempo do que poderíamos permitir para completar a coleta de informações. Outras ainda estão organizando suas informações para participar na próxima edição e há aquelas que simplesmente optaram por não participar”, disse Simona. Ela afirmou ainda que o ranking vai evoluir ano a ano e já antecipa que haverá mais participantes na próxima lista.

Veja a classificação das brasileiras nesta edição:

1. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

800px-Entrada_Unicamp_2.jpg

Posição no ranking de empregabilidade: 151º-200º
Posição no ranking mundial de universidades: 191º
Posição no ranking entre as universidades dos Brics: 12º

2. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

universidade_federal_do_rio_de_janeiro

Posição no ranking de empregabilidade: 151º-200º
Posição no ranking mundial de universidades: 312º
Posição no ranking entre as universidades dos Brics: 29º

3. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

unifesp

Posição no ranking de empregabilidade: 201º-300º
Posição no ranking mundial de universidades: 551º-600º
Posição no ranking entre as universidades dos Brics: 45º

4. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

ufmg

Posição no ranking de empregabilidade: 201º-300º
Posição no ranking mundial de universidades: 551º-600º
Posição no ranking entre as universidades dos Brics: 53º

5. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

puc-rio

Posição no ranking de empregabilidade: 201º-300º
Posição no ranking mundial de universidades: 501º-550º
Posição no ranking entre as universidades dos Brics: 46º